• Guilherme Moro

Entrevista: Lauana Prado fala sobre o lançamento de "Natural", seu novo álbum

Trazendo novos ares para o mercado sertanejo, Lauana Prado lançou na última sexta-feira (11) seu mais recente álbum: "Natural Ao Vivo", que foi gravado em Tocantins e traz participações especiais de grandes nomes da música brasileira.


Nove faixas inéditas compõem o repertório, que conta com algumas lançadas no volume 1 do projeto. Uma delas é "Zap", que já recebeu o certificado de Single de Ouro e hoje supera 20 milhões de streams só no Spotify, 12 milhões de visualizações no YouTube, além de ter ocupado o primeiro lugar nas rádios do país em novembro do ano passado.



"Eu diria que o repertório está bem difuso. Ele tem muita coisa de romântico e muita coisa animada, como os meus trabalhos anteriores. Ao longo dos meus projetos eu venho desenvolvido isso. Eu acho que tem pra todos os gostos. Sou do tipo de pessoa que gosta de agradar gregos e troianos. Tenho uma familiaridade muito grande com a música sertaneja raiz, mas também gosto muito de outros estilos e acabo incorporando isso nos meus projetos, tanto que dessa vez temos Vitão, Dilsinho, Paula Fernandes , então eu acho que está bem plural. Ele traz essa pluralidade musical, mas também tem um frescor, porque as músicas têm discursos que ainda não foram falados e a gente teve a oportunidade de dar vida à essas histórias"


Produzido por Gabriel Pascoal, “Natural” sucede o terceiro álbum de Lauana, “Livre”, projeto que rendeu à cantora, em 2020, uma indicação ao GRAMMY® Latino, na categoria Melhor Álbum de Música Sertaneja.


"Entregamos muito com o coração. Ele foi gravado em um momento complicado, pois não havia como fazer aglomerações e isso dificultou um pouco. Foi mais desafiador esse projeto nesse sentido. Foi tão prazeroso dar vida a mais um projeto e mais um disco que tem tanta profundidade", comentou a cantora, em coletiva de imprensa realizada na quinta (10).


No mundo musical virou comum artistas lançarem álbuns acompanhados de documentários que contam a história e os bastidores do projeto desenvolvido e da concepção geral do trabalho. Launa fez questão que seu público entrasse na atmosfera de "Natural" e vem disponibilizando em seu canal oficial no YouTube a série documental homônima, que conta ao todo com seis episódios, com novos programas todas as quartas-feiras, entre 2 de março e 6 de abril.


"Eu concordo com este pensamento: por trás de grandes projetos, sempre existem grandes documentários. Pensando nisso e seguindo essa filosofia, até pela própria pandemia, que tivemos que elaborar um novo projeto e fazer esse produto acontecer num momento difícil e com tanta fragilidade, nós chegamos em um momento, no meu trabalho, na carreira que foi importante desconstruir alguns mitos e algumas coisas que as pessoas as vezes acham que são verdades no momento da gravação de um álbum. Eu amo ver documentários de vários artistas, não só brasileiros, mas gringos também. Tenho grandes nomes e grandes referências que fizeram este trabalho muito bem: Ed Sheeran, Dua Lipa, Billie Eilish, Coldplay, Pink, que são referências muito importantes pra mim, eles criaram essa cultura. Como eu sou muito admiradora e consumidora desse produto, eu quis trazer isso pro nosso Brasil e pro nosso sertanejo. Me senti na obrigação de fazer as pessoas terem acesso ao antes e ao depois da gravação de um álbum, porque o momento da gente entregar esse álbum. Como 'Natural' nasceu na necessidade de me reconectar com as minhas raízes e a terra que eu fui criada, eu pensei em fazer um doc e trazer isso para o grande público. Tudo convergiu pra que a gente conseguisse de fato trazer esse conteúdo para as pessoas. Pra mim teve uma missão em mostrar como isso funciona", comenta Lauana.



A cantora também revelou a felicidade em lançar um novo feat com a dupla Juan Marcus e Vinícius. Anteriormente, eles já haviam lançado "Volta Marcada", que se tornou um grande hit, tanto de Lauana, quanto da dupla.


"É uma parceria que de muito certo. Sou muito fã dos meninos, a gente tem uma amizade que foi construída de forma muito honesta e natural. Eu acredito muito no trabalho deles e acompanho já há algum tempo. Tive a oportunidade de somar na carreira deles com o feat de 'Volta Marcada' e eu achei que seria muito justo vir com uma música que tivesse a linguagem que eles têm. A música é uma composição dos meninos e eu convidei eles para participar e veio muito da minha vontade de fazer o trabalho deles acontecer e retribuir um pouco por toda dedicação deles neste trabalho".


Nascida em Goiânia, berço da música sertaneja, Lauana mudou-se ainda criança para Araguaína, no Tocantins. Foi lá que ela descobriu o interesse e o dom para a música e começou a desenvolver este talento, levando a arte para a vida das pessoas. Também foi onde cantora tocou o primeiro instrumento, compôs as primeiras músicas autorais e subiu nos primeiros palcos, para apresentações em barzinhos locais.


O projeto “Natural” levou a estrela do sertanejo de volta ao Tocantins, estado onde ela cresceu e encontrou seu propósito artístico. O local escolhido para a gravação do álbum e da série documental foi o Parque Estadual do Jalapão, uma área de preservação ambiental situada a leste do Tocantins. Com este projeto, Lauana revisita lugares e elementos que fizeram parte de sua formação artística e pessoal e faz uma experiência imersiva na origem da cantora, trazendo as vivências e influências que colaboraram para que Mayara Lauana Pereira e Vieira do Prado encontrasse Lauana Prado.



A trajetória de Lauana Prado é de persistência e coragem. Uma das pioneiras do movimento das mulheres do sertanejo, ela sempre se destacou por sua personalidade e sonoridade únicas.


"Saber que hoje eu também, de certa forma, consigo ser uma referência para essa nova geração de mulheres, é uma honra muito grande. Mas também é uma responsabilidade muito grande, trazendo qualidade, mostrando o comprometimento. Eu me sinto preciso de ter muita consciência de que se trata de um trabalho que tem de ser feito com muita paciência, resiliência, entrega, mas sinto que é preciso mostrar isso, faço questão de mostrar que não é também impossível".


Lauana é cantora, compositora, multi-instrumentista e coleciona hits como “Cobaia”, que tem mais de 182 milhões de streams no Spotify e mais de meio bilhão de visualizações de seu clipe apenas no YouTube; “Viva Voz”, com mais de 111 milhões de plays na plataforma; e “Sua Mãe Tá Nessa”.