• Guilherme Moro

Hans Landim apresenta o projeto “Acusticamente” e estreia a canção “Fugir do Peito”

A primeira música do projeto "Acusticamente", a ser lançada no dia 27 de maio, se chama "Fugir do Peito”. A canção nasceu numa ocasião inusitada, no desejo de homenagear o retorno de uma grande amiga que havia sido vítima de um problema cardíaco.



O "Acusticamente", denominado pelo artista Hans Landim como uma "intervenção artística músico-visual”, nasceu dentro do estúdio no final do ano de 2021, em meio à produção do seu quinto single já lançado "A Flor do Amor". A vontade de lançar as músicas, atrelada ao desejo de destacar a beleza do som dos violões e dos arranjos vocais, fizeram surgir quase que instantaneamente o nome da intervenção.


O 'Acusticamente' são três canções acústicas acompanhadas de três "visualizers" (registros visuais que substituem os tradicionais videoclipes), que trazem novo visual do cantor: ".Senti necessidade também de mostrar ao meu público a minha cara atual, foi tudo muito rápido, quando percebi eu tinha três grandes canções na mão e precisava dividir isso com meus fãs..." Além disso vem para demonstrar também o lado produtor do artista, que dirigiu os vídeos juntamente com a @Casaradar e a @Doispesoficial.



A produção do disco continua a todo vapor e as três novas músicas entrarão com uma nova roupagem: "Eu quis entregar ao público, um pedacinho do que eu estou preparando para o disco que sai ano que vem (2023), ” conta Hans.


O talento musical e performático de Hans Landim


Hans Landim prefere apresentar-se como um artista pop por duas razões primordiais: em suas referências e preferências, ele não privilegia determinado artista ou gênero, mas pesquisa, absorve e combina uma diversidade de tendências, contemporâneas e passadas; e, não menos relevante, por sua delibrada inclinação ao experimentalismo sonoro, à criação visual e à performance.


Com "A Flor do Amor", Landim contabiliza cinco singles lançados nos ambientes virtuais. Os outros são: “A me confrontar”, uma canção intimista e reflexiva, mas cheia de balanço e sonoridade expressiva; “Cafuné Café”, balada sobre o desfrutar de um amor tranquilo; a sensual e provocativa “Roçar Teu Pelo”, que junta guitarra paraense com castanholas e "Di Saquê", canção com referências da música latina como reggaetoon. Todas as músicas já foram devidamente transformadas em clipes. Elas podem ser ouvidas e assistidas em todas as plataformas digitais e no Youtube.


Um lançamento Naza Music, disponível em todas as plataformas digitais no dia 27 de maio e o videoclipe estará disponível no Youtube do artista.


Posts recentes

Ver tudo