• Guilherme Moro

Filipe Ret é o artista brasileiro de rap e trap com mais certificações no Brasil

Filipe Ret, um dos principais rappers do Brasil, vê seus números subirem cada vez mais. Somando todas as plataformas de streaming, ele já bateu mais de três bilhões de plays ao longo de uma década de carreira.



São mais de 1,5 bilhão de visualizações no Youtube e 1,8 bilhão de plays no Spotify, além de 20 semanas seguidas nos Charts do Spotify, desde o lançamento do disco. A consolidação de sua imagem e o sucesso de sua estratégia se refletem nas certificações acumuladas que em 1º de novembro, em um show histórico de carreira no Espaço Hall no Rio de Janeiro, aumentaram a lista, já extensa, de láureas do artista. Ele recebeu, antes de completar cinco meses de lançamento do LUME, seis certificações de platina (que sinalizam mais de 16 milhões em streams de áudio ou 80 milhões de streams em vídeo) e quatro de ouro (representando mais de 8 milhões em streams de áudio ou 40 milhões de streams em vídeo), que consagram dez faixas do disco. Com isso, Ret reafirma, mais uma vez, a liderança de certificados em seu gênero, rap e trap, com 35 delas, entre diamante, platina duplo, platina e ouro.

“Melhor Agora”, “Vermelho Fogo”, “Fight” e “Trem Bala” levam ouro, enquanto “Sonho dos Cria”, “Tudo Nosso”, “Good Vibe”, “A Meu Favor”, “7 Meiota”, “Konteiner” e o disco LUME acabam de ser certificados como platina.


As certificações atualmente são equivalentes aos discos de ouro, platina e diamante que, na época em que o foco da indústria da música eram discos físicos, premiavam altos números de vendas de CDs e vinis. As certificações são realizadas pela Pró-Música Brasil -- antiga Associação Brasileira dos Produtores de Discos (ABPD), que hoje se adaptou às novidades do mercado digital, mantendo os certificados em um novo formato de acordo com os plays/views/vendas físicas do artista.



“As unidades necessárias para emissão de certificados de vendas são baseadas num sistema de consumo de música multimétrico, que considera a soma de vendas físicas, downloads e streaming de áudio e vídeo de um mesmo produto. Aplicam-se fatores de conversão de modo a permitir a equivalência entre estes diferentes modelos de negócio no mercado de música gravada, refletindo a realidade econômica do consumo musical em seus variados formatos”, esclarece Pró-Música Brasil.

E não são só as certificações que conferem a grandiosidade do álbum. Ele também comemorou no lançamento do disco a marca de terceiro lugar no Top Global do Spotify e está entre os 15 artistas mais ouvidos do Spotify Brasil, entre todos os gêneros. Empresário, pai e um homem com uma visão nata para ganhar o mundo, Ret já ultrapassou a marca de 160 milhões de streamings com LUME que também foi eleito “Álbum do Ano” pelo Prêmio Multishow 2022. Com seu disco anterior, Imaterial - na versão Deluxe, são 79 semanas nos charts e mesmo com o novo lançamento, ele permanece no ranking de weekly álbuns do Spotify.

LUME reúne participações de artistas de peso, como MC Poze do Rodo, L7NNON, MC Cabelinho, MC Hariel, Kayuá, Mc Maneirinho e Caio Luccas. Os últimos dois fazem parte da NADAMAL RECORD$, selo fundado por Ret em 2021 com o objetivo de reunir talentos promissores na cena do trap e impulsioná-los de maneira estratégica no mercado nacional da música.