• Guilherme Moro

Entrevista: ADORA reflete desejos femininos em novo single

Voz potente e sonoridade marcante são apenas um dos atributos da cantora ADORA, que apresentou na última sexta-feira (9), mais um dos singles da sua carreira.



Intitulado "Diamonds And Pearls" é uma canção inspirada nos desejos reais da mulher. Longe de toda superficialidade, de relações vazias, buscando conexões profundas, que expressam vulnerabilidades, imperfeições, rompendo barreiras para construção de um relacionamento saudável e genuíno.


Com composição assinada pela artista e Mayra, este é o segundo lançamento em inglês de trabalho autoral assinado por ADORA. O primeiro single, Intimacy, foi um sucesso nas plataformas digitais.


"O inglês acabou fazendo parte da minha vida em 2017 e depois disso eu lancei dois EP's em português, além de outros projetos. Mas com essa repaginada de nome e de identidade, é interessante que viéssimos com canções em inglês. Isso não significa que não vou lançar mais músicas em português, muito pelo contrário: já estou escrevendo e gravando".


A capa do single é um show a parte e digna de um lançamento feito em mídia física.


"Eu havia feito uma sessão de fotos no ano passado com uma amigo meu que queria expandir o portfólio dele. Eu topei e foi super não programado. A música foi escrita no final de 2021 e tiramos várias fotos. Eu me lembro de estar com aquele colar e vi que iria ficar super bonito. Depois de muito tempo, veio a música 'Diamonds And Pearls'. A capa traz esse olhar muito voltado ao colar e também tem uma referência da música 'Diamonds Are a Girl's Best Friend', da Marilyn Monroe. Quis trazer uma estética um pouco mais vintage para a capa e isso acabou criando uma sintonia."



Formação em canto erudito, uma incrível bagagem sobre assuntos sociais e musicais, shows com uma banda em bares e casas noturnas, participação nos programas The Voice Brasil (Rede Globo), Na Voz Delas (Canal Bis) e parcerias em hits fazem parte do conteúdo da cantora que, apesar da pouca idade, já conquista seu espaço na cena pop.


Com destaque pela interpretação e composição do sucesso “Sun Goes Down”, em parceria com o DJ e produtor Bruno Martini, em 2017, ADORA coleciona influências importantes na música, da erudita à popular. De uma família amante das artes, aos 7 anos de idade já dava os primeiros passos para a vocação. Fez parte de um coral infantil, participações em musicais e cresceu com uma educação voltada para as artes. Desde a primeira vivência na Europa, aos 11 anos, ADORA teve intenso contato com a música, dentro e fora da escola. Foi então que, na adolescência, se apaixonou pela profissão e decidiu dedicar-se inteiramente ao universo musical.



Antes lançada com o sue nome de bastismo, Isadora, hoje a cantora adere somente o ADORA como nome artístico.


"É um movimento que está acontecendo de forma orgânica. Fizemos um trabalho bem elaborado, explicando o motivo e o porque dessa mudança e tentando adaptar as pessoas a esse nova nomo, que não deixa de ser um fragmento do meu nome. É uma adaptação que fixemos com muita cautela. Estamos com a casa toda organizada.


Inspirada por divas do Pop e R&B como Amy Winehouse, Whitney Houston e Beyoncè, ADORA agora dá início a uma fase de projetos inéditos e autorais, com grandes novidades para 2022. Agenciada pela SoulTime, Adora já passou de 100 milhões de execuções no Spotify com a música Sun Goes Down e 30 milhões de execuções no TikTok com a música Mulher 21.