top of page
  • Guilherme Moro

Caxi Rajão convida Paulinho Pedra Azul para show em Minas Gerais

Caxi Rajão, violonista e compositor, direciona este trabalho para um repertório que flerta com a modalidade de composição musical de caráter popular para ser cantada, ou seja, a Canção, prestigiando assim a voz e a poesia.



Para isso, convidou seu parceiro musical Paulinho Pedra Azul, com quem estará compartilhando o palco em um show intimista, na cidade de Conceição do Mato Dentro – MG. Também como convidados os músicos Clóvis Aguiar (piano elétrico) e Serginho Silva (percussão).


O repertório passeia por clássicos da MPB tais como Travessia de Milton Nascimento e Fernando Brant, Sentado à Beira do Caminho de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, Bessame de Flávio Venturini e Murilo Antunes, De Volta ao Meu Aconchego de Dominguinhos e Nando Cordel, assim como canções autorais de Paulinho Pedra Azul como Ave Cantadeira, Jardim da Fantasia, entre outras.


Caxi Rajão com seu violão de 7 cordas, estará também mostrando seu repertório autoral de músicas instrumentais, tais como, Tema pra Ipoema, Valsa pra Ti, Tio Djalma, Barro-oco, Choro de Vó, Videoclipe Cachoeira do Tabuleiro, além de acompanhar o Paulinho Pedra Azul em vários momentos durante a apresentação.


O show será realizado no dia 10 de dezembro (sábado) às 20 horas, no Eden Club em Conceição do Mato Dentro-MG com entrada franca, patrocínio da Prefeitura Municipal de Conceição do Mato Dentro e apoio local da Rádio Bom Jesus 98,7 FM.

Sobre Caxi Rajão

Profissionalmente na música desde 1986, já acompanhou músicos de renome tais como Sivuca, Paulinho Pedra Azul, Tadeu Franco, Djalma Corrêa, Beth Carvalho, Jair Rodrigues, João Nogueira, Saulo Laranjeira, Cida Moreira, Toninho Horta, entre outros.


Caxi tem quatro CDs autorais, sendo eles, Espelho, Violão Amigo, Trilha Sonora do Filme Vinho de Rosas e 7 Improvisos.


Com o Três Brasilis, composto pelos músicos Caxi Rajão no violão 7 cordas, Maria Bragança no sax e Samy Erick no violão, fizeram em 2017 Turnê em festivais de jazz na Coréia do Sul e Alemanha.


Entre os anos de 2019 e 2020 realizou vários shows em Portugal, sendo que em Lisboa fez parte do corpo docente como professor de violão na Escola de Música Fábrica Braço de Prata.


Recentemente gravou três singles, sendo eles Valsa Pra Ti, Tema Pra Ipoema e Cachoeira do Tabuleiro, com a participação da Saint Petesburg Studio Orchestra da Rússia, e arranjos de cordas de Christiano Caldas.

Sobre Paulinho Pedra Azul

Cantor e compositor, Paulinho Pedra Azul comemora seus 40 anos de carreira, com 150 parceiros e 800 músicas de seu baú de inéditas.


Além de compor e cantar, Paulinho Pedra Azul lançou quatro livros para crianças, que, segundo ele, foram adotados em salas de aula e transformados em musicais. Paulinho também escreve poesia para adultos.


Paulinho Pedra Azul continua seguindo sua carreira independente, com 30 CDs lançados e sempre com shows lotados em todo o Brasil, Europa, EUA e Cuba, tendo recebido dezenas de troféus e medalhas referentes a literatura, festivais, títulos e honrarias.


Paulinho Pedra Azul comemora seus 68 anos de vida com novos projetos como livros de poesias infantis, infanto-juvenis e adultos (já lançou 17 livros), CDs, DVDs, songbooks, diários, romances, além de exposições de artes plásticas.

bottom of page