• Guilherme Moro

BIG UP reafirma fase diferente na carreira com o EP "Muda"

Oriundo do bairro de Interlagos, na zona norte de São Paulo, o grupo Big UP, formado por Gabriel Geraissati, Lucas Pierro e Ras Grilo, aposta em seu novo EP. Carregando o nome "Muda", o novo trabalho traz a participação dos cariocas do grupo Melim (já entrevistados pelo Blog Música Boa), na faixa "Pequena", que ganhou um clipe já disponível no Youtube. "Muda" conta com cinco faixas autorais, que prometem balançar a cena. "Acredito que esse projeto vai ser uma mudança em nossa carreira. Já está sendo na verdade. O primeiro single que a gente lançou e essa nova estética já nos possibilitaram várias coisas coisas de uma abrangência maior. Estamos permeando por universos em que não éramos tão presentes. A gente acredita que haverá mudanças, até porque é um trabalho que a gente faz com a Universal e eles acreditam muito. Isso possibilita um alcance maior. Realmente, o nome 'Muda' é muito apropriado para o momento da carreira", revela Gabriel.


Foto: Filipe Nevares

Além da colaboração do trio Melim, o single "Deixa Fluir" conta com a participação do trio Gilsons, formado pelo filho e pelos netos de Gilberto Gil.


Sobre a escolha do nome do projeto, a Big Up explica: “Estávamos no momento

de decidir o nome do álbum, na casa do Pierro (esse que vos fala), levantando as ideias e colocando no papel um projeto que tínhamos em mente ao mesmo tempo. Quando esse nome apareceu, procurávamos algo rápido, forte, que representasse o momento, a sonoridade e que falasse por si. ‘’Muda’’ foi perfeito. Existe uma ambiguidade e uma brincadeira com palavra que vamos deixar vocês traduzirem do jeito que quiserem”.


O repertório do EP traz "Pequena", "É Bom", "Deixa Fluir", "Vivo" e "Tão Bem". Quando perguntados sobre quais dessas faixas pode se tornar um futuro hit, Gabriel respondeu pelo grupo: "Cara, eu acredito que 'Pequena' é uma música que tem uma possibilidade de ter um grande alcance, mas tudo é muito incerto. 'Deixa Fluir' é uma música que a gente achava que a galera ia gostar, mas era mais um lance conceitual e ela acabando nas virais do Spotify sem muita pretensão. A gente nunca sabe o que vem pela frente. 'Pequena' e 'Vivo' são as duas que a gente mais acredita, comercialmente falando".