top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Terceiro episódio do ‘Colibri! Apresenta’ traz indie rock de Eduardo Pavloski

Chegou a vez do rock tomar seu lugar no projeto “Colibri! Apresenta”, idealizada pelos produtores da Colibri!, Victor Machado (el escama) e Ian Bondezan Gigliotti. Com o objetivo de dar palco a jovens compositores, o terceiro episódio traz o jovem Eduardo Pavloski, que complementa sua sonoridade com vertentes do Indie e MPB. O material faz parte de uma série de sete episódios de música inédita e bate-papo sobre os caminhos da composição, e vai ao ar na próxima quarta-feira (1), às 19h, no canal do YouTube da produtora.



Exibido em episódios de 23 minutos toda quarta-feira, até 29 de dezembro, o projeto é um cuidadoso trabalho de curadoria musical com artistas da cidade de Marília, interior de São Paulo, que estão começando a se apresentar para o mercado. Além de Eduardo Pavloski, Lua Costa e Klaf já participaram do projeto nos primeiro e segundo episódios que podem ser conferidos no canal. Apresentam-se nas próximas semanas: Juliana Máximo, Zé Tedesco, Lari Franco e Caio Altafim.


Apesar de não ser o primeiro lançamento de Eduardo Pavloski, que também é vocalista da banda “O Brechó”, o formato ao vivo é inédito ao artista. “A conexão entre todo mundo foi muito boa. Ter toda uma equipe confiando no seu trabalho é incrível e, realmente, deu uma animada no sonho de ser artista”, afirma o músico.


Autor do EP “Quadro Dilatado”, lançado em 2019, e do álbum “A Balada de Pierrot Le Fou”, de 2020, seu último lançamento, o single “Vales de Ben Jor”, em 2021, foi produzido de forma totalmente independente. “Gravei de forma caseira, no home studio do meu quarto e, para mim, foi um grande marco, porque nunca achei que fosse capaz de fazer isso”, diz Eduardo, que vai apresentar as canções “Maldito Seja, Veneza!”, “Like Lord Byron” e “Vales de Ben Jor”, retratos de diferentes momentos de sua vida, em seu episódio.

Para ampliar o alcance dos artistas, além da participação na websérie, as faixas executadas no programa também ganharão tratamento especial, preparando-as para lançamento nas diversas plataformas de streaming, em um EP que ganha duas músicas a mais: “Formiga Morta” e “Língua de Lagartixa”.


‘DOCUMENTO ÚNICO’

O produtor Victor Machado, que também apresenta os episódios da websérie contemplada pelo edital PROAC Expresso LAB nº 39/2020, conta que a curadoria foi feita antes mesmo deles pensarem na websérie. “Ela vem do nosso interesse quase obsessivo por música fresca e gente nova colocando a cara para bater no meio musical”, afirma. “Detectamos a cena musical em Marília e ela estava repleta de jovens compositores muito promissores. Queríamos, de alguma maneira, auxiliar esse pessoal nos primeiros passos de sua carreira, até mesmo em questões menos afetuosas e burocráticas”, completa. Os episódios foram gravados seguindo todos os protocolos de segurança da Covid-19, no Cabana Studio Art, localizado em Oscar Bressane, próximo a Marília.

Com o roteiro que destrincha o ofício da composição, cada convidado terá a oportunidade de falar sobre sua carreira e processos, além de executar as próprias criações em versões intimistas. Para Ian Gigliotti, isso possibilita uma infinidade de respostas diferentes, fazendo de cada programa da série um documento único, fotografando autor, obra e conceitos de forma crua, honesta e apaixonante. “Cada compositor é um universo. De referências, estímulos, histórias, cores e sabores para serem apreciados. Queremos dar essa chance a eles mostrarem a sua voz, transformando promessas em realidades”, finaliza o coordenador produção.


Comments


bottom of page