top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Tamara e Marco Vincit se unem em EP voltado para a brasilidade

Acostumados a compor e cantar juntos, Tâmara e Marco Vincit se uniram para gravar o projeto "Tâmara", um EP com cinco faixas autorais e uma faixa do compositor Pélico. As músicas abordam os ciclos da vida, emoções, sentimentos e experiências da jornada humana. O trabalho conta com a produção musical de Felipe Fantoni e um encarte com concepção e direção artística assinadas pelo próprio Marco Vincit.


Antes de ser lançado, “Tâmara” teve a faixa "Semente" divulgada como single no dia 12 de abril, por representar plenamente o sentido do EP. “O conceito do EP está relacionado a temas como amor, amizade, esperança e mudanças, sem deixar de lado os momentos de incerteza, fazendo um paralelo com a fruta que faz referência ao nome da artista. Semear, nascer, florescer e frutificar”, conta Marco.



É possível, portanto, traçar uma linha temática em comum entre as seis faixas. “As músicas falam de relações pessoais com o mundo e a relação da gente com outras pessoas, mesmo que de forma poética, como é o caso da abertura do EP. A escolha das músicas foi feita para se encaixar no conceito geral”, diz Marco. Apesar disso, o EP é diverso e poético, abordando temas como ciclos de vida, paixão, liberdade, felicidade, caminhos da vida, esperança, resistência, recomeço e superação dos dias difíceis.


Em relação à sonoridade, os artistas também foram livres de amarras, chegando a uma diversidade sonora significativa, mas apoiados primordialmente na brasilidade e na leveza. “Nós gostamos muito de música brasileira. A ideia sempre foi explorar ritmos diferentes, ao mesmo tempo que com ideias e sonoridades vintage de piano, e até um pouco clássico, como é o caso do cello quando usado, mas sem perder o ar de contemporâneo e tecnológico, por isso a gente queria ter alguns efeitos de synths e programações”, conta Marco.


Tâmara também compartilhou suas impressões sobre o processo de criação: "Foi incrível trabalhar com Marco e Felipe e ver o projeto ganhar vida com tantos músicos envolvidos. Tivemos liberdade para experimentar diferentes ritmos e sonoridades".


Sobre o time de instrumentistas, Marco Vincit considera as colaborações de alto nível. “Sem dúvidas, os destaques maiores são para o cello nas músicas ‘Tâmara’ (faixa 1) e ‘Semente’ (faixa 4), executados brilhantemente pelo músico Breno Augusto, que atua também na orquestra sinfônica de Ouro Preto (MG), e para o feat do músico e compositor mineiro Affonsinho, que faz a guitarra solo na música ‘Tanto Faz’ (faixa 2). A produção é do nosso amigo Felipe Fantoni, que, além de produtor, é um baixista incrível”.

Comments


bottom of page