top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Show Não Tem Banda com Mina acontece dia 29 de abril no FFFront

A nova festa de música ao vivo autoral chega para unir forças e celebrar as mulheres da cena do roque brasileiro. Não Tem Banda Com Mina teve sua acalorada estreia no FFFront no final de março, com shows das bandas Horney, NPKN e das anfitriãs e idealizadoras do evento, The Mönic. O grupo formado por Ale Labelle (voz/guitarra), Dani Buarque (voz/guitarra), Joan Bedin (voz/baixo) e Thiago Coiote (voz/bateria), acabam de anunciar a data para a segunda edição, que acontecerá dia 29 deste mês. Assista aqui um trecho da estreia.

“O nome da festa surgiu da quantidade de vezes que já ouvimos falarem isso ao serem cobrados pela falta de representatividade em um line-up. A ideia é encher o palco de mulheres da cena. No processo de decidirmos as bandas dessa primeira edição já percebemos que o problema pra gente seria escolher entre tantas artistas fodas que existem por aí, e não ao contrário” - Ale Labelle. A faísca surgiu no final do ano passado com a festa Chama as Brabas, que nasceu sob a produção e curadoria da banda. Em sua segunda edição, foi re-batizada para Não Tem Banda Com Mina, trazendo a novidade de sempre contar com um show da The Mönic, que revelará sempre novidades do álbum produzido por Rafael Ramos (Pitty, Elza Soares, Alceu Valença, Titãs, entre outros), programado para chegar ao mundo no segundo semestre do ano, pela Deck. Interatividade O disco começou a ser lançado no primeiro encontro da NTBCM, celebrando o nascimento dos clipes Bateu e Antes Tarde, ambos exibidos no mesmo dia, e performados ao vivo durante a apresentação do quarteto. Em cada edição, a escolha do set do show das anfitriãs, será feita com o público por meio de interações nas redes sociais. Ficando à critério dos seguidores a escolha de músicas entre as mais conhecidas, como as que não foram lançadas, que serão tocadas pela primeira vez durante os shows realizados no FFFront. Atrações Na segunda edição, realizada dia 29 de Abril (sábado), a The Mönic convida The Biggs, a banda sorocabana, liderada por Flávia Biggs, idealizadora e realizadora do Girls Rock Camp Brasil. E a novidade é a terceira atração: a Jam das Brabas, uma big band formada por mulheres de diversas bandas, reunidas em um mesmo palco para tocar um repertório variado escolhida em conjunto. A escalação está pesada: Angel Sberse e Juliana Salgado (Malvada), Cyz Mendes (Plutão Já Foi Planeta), Jessy Alberola (R4vel), Jules Altoé e Daniely Simões (The Zasters), Moni Oliveira (Maluria), Mari Marô (Black Days), Nattana Alvarenga e Kim Arce (NPKN), Ana Zumpano (Antiprisma), Camila Godoi (Clandestinas), Vanessa Gusmão, Madame Mim (Virgo), Bruna Shiraishi (To define) e Pogs (Gulabi). “Nesta primeira edição, convidaremos para ocupar o espaço, as que conhecemos, ou já vimos show. Queremos dar esse pontapé inicial, para nas próximas festas termos o open mic, para qualquer frequentadora do rolê se inscrever na jam. A ideia é ter sempre um espaço aberto para as minas, desde as mais experientes, até as que estão começando. Queremos que a festa seja um lugar, onde se sintam não só à vontade para tocar, como também para fazer e fortalecer conexões”. - Dani Buarque. Ação Social Assim como na estreia, será arrecadada doações de alimentos não-perecíveis e de higiene pessoal para a ONG Fala Mulher, que fortalwece famílias por meio do empoderamento e acolhimento de mulheres vítimas de violência doméstica. E para incentivar as doações, será oferecido o famoso shot The Moníaco, servido pela banda.

Comments


bottom of page