top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Segundo fim de semana do festival Universo Spanta encerrou neste domingo

A sensação térmica de 54 graus no Rio de Janeiro se transformou em som, no segundo domingo do festival Universo Spanta, 15 de janeiro, que reuniu um público apaixonado por MPB. Quem foi à Marina da Glória não se arrependeu.



Grandes mestres subiram ao palco, alguns acompanhados de seus filhos, e cantaram sucessos que atravessam gerações. No Palco Guanabara, o mestre Paulinho da Viola abriu os trabalhos acompanhado dos filhos Bia e João Rabello, com o show "Tour 80 anos", que traz sucessos como “Dança da Solidão”, “Coração Leviano”, “Pecado Capital” e “Foi Um Rio Que Passou Em Minha Vida”, além de composições mais recentes como “Sempre Se Pode Sonhar”. Em seguida, foi a vez de Ney Matogrosso apresentar o espetáculo de sua turnê “Bloco na Rua”.


Vestido com uma malha dourada colada ao corpo, ele levantou o público ao entoar "Eu quero é botar meu bloco na rua”, “Jardins da Babilônia” e o “Beco”. Encerrando os trabalhos no palco, que fica à beira da baía de Guanabara, Nando Reis começou o show com “Marvin”, “Segundo Sol” e “Dois Rios”, com a plateia acompanhando em coro todos os sucessos do artista. No meio do show, o artista convidou o filho, Sebastião, para o palco, e juntos cantaram: “N”, “Resposta” e “Sutilmente”.


No Palco Corcovado, Zizi Possi e Luiza Possi fizeram um show cheio de emoção, que teve no início uma breve participação especial de Lucca, 2 anos, neto e filho, respectivamente, das artistas. Cantaram juntas “Per Amore” e “Asa Morena” , e Luiza sucessos da carreira, como “Folhetim” e “Me Faz Bem”. Logo depois, Hamilton de Holanda & Maxixe Samba Groove apresentaram o show “Maxixe Samba Groove”, uma ode aos ritmos brasileiros, cheio de ritmos dançantes, e receberam Elba Ramalho e João Bosco. A noite terminou com o show “Violivoz”, de Geraldo Azevedo e Chico César, que embalou o público com sucessos como “Dia Branco”, “Deus Me Proteja” e “Á Primeira Vista”.



O segundo fim de semana do Universo Spanta teve, ainda, na sexta Emicida, Planet Hemp, BaianaSystem, Renegado, Rael e Francisco El Hombre, que promoveram shows cheios de poesia e manifestos. E, no sábado, os palcos do festival receberam uma mistura de ritmos com o pop de Luiza Sonza, o pagode de Thiaguinho, o rock do Paralamas do Sucesso e o sertanejo de Zé Neto e Cristiano, fazendo a festa do público.

E semana que vem tem mais…

Na penúltima semana, o festival começa mais cedo. Na quinta, 19 de janeiro, véspera de feriado no Rio de Janeiro, a noite será do piseiro e do forró com duas potências da nova geração, os cearenses Mari Fernandez e Nattan, mais conhecido como ‘Nattanzinho’, que junto a Xand Avião, vão promover uma grande festa da música nordestina.

Na sexta, 20, o rap e o trap tomam conta da programação com seu ritmo, versos e letras cheias de engajamento político, social e cultural, unindo a tradição de Mano Brown e Black Alien, com a nova geração com L7nonn, Djonga e Matuê. No sábado, 21, o line-up traz o retorno de Ludmilla ao festival. A cantora, que já participou de diversas edições desde o início do evento, se junta à dupla Jorge e Mateus, Alok, Menos é Mais, Mumuzinho, Céu na Terra, Beija-Flor e muitos outros. E, no domingo, 22, a energia baiana desembarca no Rio com o axé de Durval Lelys, Saulo, Xanddy Harmonia e muito mais em um dia que não vai deixar ninguém parado.

O último fim de semana promete ser inesquecível. Na sexta, 27 de janeiro, o festival abre espaço para o pop potente de Pabllo Vittar, Gloria Groove, Pocah, Majur, o carnaval de Bloconcé e Sereias da Guanabara, entre outros, numa grande festa colorida. No sábado, 28, tem mais música plural com os shows do furacão Iza, o arrebatador Jão, além de Xamã, Fábio Jr, Claudia Leitte, Alcione, Dilsinho, Salgueiro, Agytoê, e muito mais. E, no domingo, 29 de janeiro, encerrando a edição 2023 do Universo Spanta, Xande De Pilares, Pixote, Belo, Fundo De Quintal e diversas rodas de samba importantes do Rio vão promover uma grande festa do samba no esquenta para o carnaval carioca.


Comments


bottom of page