top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Pedro Mahal convida George Israel e Arnaldo Brandão para show histórico no Manouche

Uma das grandes revelações da música brasileira nos últimos anos, o cantor Pedro Mahal leva sua autenticidade para o aclamado palco do clube Manouche, no Jardim Botânico. O show, que acontece na terça-feira, dia 22, marca um grande momento na carreira do artista, que é conhecido por seus trabalhos autorais e pela união entre qualidade e contemporaneidade.



Para deixar a noite ainda mais especial, Pedro convida para seu show dois grandes nomes da música brasileira e responsáveis por diversos sucessos eternizados em todo o mundo: George Israel e Arnaldo Brandão.


Pedro Mahal, conhecido por sua voz cativante e letras poéticas, unirá forças com George Israel, ex-integrante do grupo Kid Abelha, e Arnaldo Brandão, renomado baixista e compositor. Juntos, eles prometem uma fusão musical que transcende os limites dos gêneros, proporcionando uma noite memorável de performances brilhantes.


"Eu venho fantasiando esse show há um tempo. A realização dele é algo muito significativo pra mim. Então estarei entregando muito mais que músicas nessa apresentação. Vou entregar muito sentimento e toda a minha essência performando. E a escolha das músicas vai ilustrar bem a minha personalidade artística".


Mesclando o clássico com o contemporâneo, o artista promete entregar ao público uma performance marcante ao lado das participações. Com uma seleção cuidadosa de canções que abrangem suas carreiras e novas colaborações exclusivas, o show no Manouche promete ser um divisor de águas na carreira de Pedro.


"Com o Arnaldo faremos 'Odara', música do Caetano em que ele gravou aquela clássica linha de baixo. Com o George faremos duas músicas que fizemos no improviso em um show uma vez, mas que ficaram muito boas e renderam muito nas minhas redes sociais: 'Careless Whispers'’, do George Michael, e 'Kiss', do Prince. Essa primeira tem um riff incrível e inconfundível de sax. Não podia deixar de tocá-la.


Além dos artistas, Pedro Mahal contará no show com participação do trombonista e compositor Josiel Konrad.


"Com o Josiel faremos um medley de uma música gringa com 'Samurai', do Djavan. Josiel me disse que uma das, se não a maior referência dele, é o Djavan. Então resolvi botar essa que ele tem uma conexão em especial", conclui o artista.


O Manouche, conhecido por sua atmosfera intimista e acolhedora, proporcionará o cenário perfeito para essa noite especial.

Comments


bottom of page