top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Paola Pelosini lança seu novo álbum, O Primeiro Som Ventou

A compositora, cantora e baixista Paola Pelosini lança na quarta feira, 5 de abril, seu novo álbum, intitulado O primeiro som Ventou, com produção de Pipo Pegoraro, Vitor Cabral e Marcelo Maita. São 9 faixas autorais, que refletem sobre a existência humana na terra e também na transcendência. E como todos esses mundos coexistem. O som acompanha essa reflexão, com elementos brasileiros e percussivos, influência do pop e do jazz e também buscando novas respostas. Antes de ser lançado o álbum, duas faixas ganharam vida em videoclipes: “Gira Sete Saia” e “Lilith”.





A princípio, a ideia era fazer a pré produção com Pipo e depois reunir os músicos num estúdio para gravar ao vivo. Mas uma semana depois da primeira reunião começou a pandemia, o que alterou os planos e o álbum foi gravado à distância. “Foi um processo que me surpreendeu, antes eu achava que pudesse ficar meio frio, mas como chamamos músicos muito experientes, o resultado foi me agradando, tanto que acabei montando um estúdio em casa, aprendi a gravar e hoje em dia adoro gravar em casa, inclusive para outros trabalhos que faço como baixista e cantora” diz Paola.

A segunda parte do álbum foi produzida pela dupla de músicos e produtores Vitor Cabral (bateria) e Marcelo Maita (piano, rhodes e teclados) “Eles já haviam gravado as primeiras faixas e tem a linguagem que eu gosto. O Pipo continuou no trabalho gravando as guitarras”.



O álbum conta ainda com participação de importantes músicos do Brasil: o trompetista Sidmar Vieira, que gravou “Lá vem Oya” e “O Paradoxo” e o saxofonista Cássio Ferreira em “Urano Blue”. O tecladista Herbert Medeiros e o percussionista Alysson Bruno participaram de “A queda do Céu”, faixa de abertura do álbum, uma amostra da sonoridade que encontraremos ao longo do trabalho.

Comments


bottom of page