top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Mihay, Assucena e Thiago Pethit vivem trisal no single e no videoclipe "Coração no Lixo"

Originalmente, os versos de Coração no Lixo descreviam uma relação em crise por conta de uma traição. Bem ao estilo Nelson Rodrigues, um terceiro elemento entra na história de um casal e desanda a receita.



Mihay, autor da letra e da música, se inspirou no clima cinema noir para criar os personagens e o universo esfumaçado da canção. Mas esse significado inicial ganhou novas dimensões a partir da gravação, e também do videoclipe, em que o cantor e compositor carioca contou com a participação de Assucena e Thiago Pethit. A partir do encontro das três vozes, Coração no Lixo ganhou ares de trisal.


“Essa canção aborda uma questão muito atual que são as ‘novas’ maneiras de amar”, diz Mihay. “Nossa sociedade tem descoberto e discutido formatos de relações afetivas que até pouco tempo não eram nem sequer enxergadas pela grande maioria. Hoje, o trisal, o poliamor, a não-monogamia e o amor livre estão na fronteira das discussões sobre afetividade, amor, sexo, gênero.”


Diretor artístico do novo trabalho de Mihay, Marcus Preto concorda. “É como se o ‘amante’ dessa história tivesse sido assimilado pelo casal em crise, na busca talvez de transformar a relação para salvá-la”, diz Preto, que assina a produção da faixa junto com o diretor musical Lucas Vasconcellos. “E Mihay, que é um cara com cabeça de cinema, radicaliza essa leitura no clipe que ele e Pri Garcia criaram para a música. Protagonizado justamente por Mihay, Assucena e Thiago Pethit, o filme abre o caminho para essa e para muitas outras interpretações.”


O single Coração no Lixo chega às plataformas de música no dia 27 de julho, ao mesmo tempo em que o respectivo videoclipe é lançado no Youtube. Além das vozes de Mihay, Assucena e Pethit, a faixa conta com Guizado no trompete e Lucas Vasconcellos no arranjo e em todos os outros instrumentos: guitarra, violão, baixo, trompete e banjo.


Coração no Lixo é a primeira amostra de “Maré Vermelha”, quarto álbum de Mihay, que chegará às plataformas de música dois meses depois do single, em setembro, pelo selo Samba Rock Discos. O álbum inteiro tem produção de Lucas Vasconcellos e Marcus Preto, exceto por duas faixas, que foram pilotadas por Jongui e Guto Brant.


Comments


bottom of page