top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Liniker levará seu álbum "Indigo Borboleta Anil” para o Batekoo Festival 2023

Liniker, uma das vozes mais importantes da contemporaneidade e primeira artista abertamente trans a ganhar um Latin GRAMMY, é a mais recente confirmada para o Batekoo Festival 2023.


Foto: Caroline Lima

A cantora, compositora, atriz e artista visual irá apresentar o espetáculo de seu primeiro e íntimo álbum solo, "Indigo Borboleta Anil", com direção musical assinada por ela mesma ao lado de Julio Fejuca. Entre os hinos entoados no palco, em uma mistura de soul, hip hop, R&B, pagode, samba-rock e bem mais, "Baby 95", "Mel", "Diz Quanto Custa" e outras tantas canções que marcaram sua carreira.


"A nossa curadoria segue com uma visão fresh da música negra que viaja com os ritmos e figuras que possuem um vínculo afetivo e de memória com nosso público-alvo. Liniker é a nossa mais nova aposta de headliner e a nossa Grammy Winner vai fazer um show ESPECIAL, com direito a convidada surpresa que vamos revelar em breve. Nos últimos anos, ela elevou seu trabalho, que já era magnífico, em uma alta qualidade musical e visual, dominando a cena do Brasil e do mundo. Para nós, promete surpresas e novidades que logo poderemos compartilhar", destaca Maurício Sacramento, CEO, fundador e diretor criativo da BATEKOO.


O festival - que acontece no próximo dia 07 de outubro, na NeoQuímica Arena - segue como mote imaginário, em 2023, "O Big Bang dos Pretos'. A iniciativa referencia o conceito de quilombo/quilombagem, onde vemos grandes aglomerações de pessoas pretas de diferentes diásporas celebrando a negritude e suas diferentes-iguais identidades. O lema divulgado no ano anterior, “A gente não quer ser assistido, a gente quer se assistir”, é, ainda, o propósito da ação que surge como um manifesto que suplica por um espaço em que vejamos pessoas negras não apenas no palco, mas também na pista. É esse o discurso que questiona a banalização do termo “representatividade”, deixando claro que esses corpos não querem ser exceções.


Entre os grandes nomes já anunciados para o evento estão Tasha & Tracie, Gregory, Kyan e Mu540, a dupla recifense Shevchenko e Elloco, e os grupos Revelação e Sampa Crew.


""Liniker é uma artista que esteve presente desde o começo quando a BATEKOO veio para São Paulo. No último ano, ela circulou entre os principais festivais do país e cada vez mais impressionou o público com sua presença no palco. Pela primeira vez na BATEKOO, Liniker nos presenteia com um show lindo que celebra a sua incrível ascensão como um dos principais nomes da música brasileira.


Importante dizer que BATEKOO Festival nasceu para provocar, tensionar e ampliar a visão sobre curadoria musical e lineups de grandes eventos no Brasil em um contexto pós-pandêmico de crescimento no número dessas realizações. Muita gente pensa que curadoria é simplesmente escolher artistas legais, mas há uma série de variáveis invisíveis aos olhos do público que perpassam e impactam todo o processo curatorial. Mais um ano pretendemos mostrar o quão múltiplas e ricas são as produções artísticas e culturais de pessoas negras de diferentes lugares”, ressalta Artur Santoro, agitador cultural e sócio da BATEKOO.

Resultado de quase 10 anos de experiências voltadas para a juventude, com uma curadoria abrangente que celebra a diversidade de culturas negras e afrobrasileiras que temos hoje no país e no mundo, o Batekoo Festival oferece ingressos a partir de R$65. A venda está aberta exclusivamente pela plataforma Shotgun.

Comentários


bottom of page