• Guilherme Moro

LIBERDADE: Dias se junta a João Borsoi e mescla samba com rap em novo single

Toda cicatriz é um marco zero, um ponto de inflexão em que podemos decidir se vamos mudar ou não daqui pra frente - sobretudo quando o assunto é amor. Narrando a história de uma paixão cheia de frutos no futuro, o cantor e jornalista Dias se juntou com João Borsoi para compor "Liberdade", sua nova música de trabalho que mescla sonoridades do samba e do rap. O single chega em todos os tocadores digitais nesta sexta-feira, dia 20 de maio, com clipe disponível no YouTube às 10 horas.



Em "Liberdade", Dias fala sobre o início de um amor caloroso que não pode esmorecer por decepções antigas: "Só não deixe esfriar nosso amor / Seja mais vigilante / Sei de toda prisão que passou / Mas não corte do caule a flor / Que já nasceu do nosso par / E o odor é de liberdade". A música segue na cadência do samba até encontrar os versos de Borsoi, quando entram os beats eletrônicos: "não tem problema aqui / o único problema é você se engasgar de tanto rir".



Essa transição entre um cantor e outro fica bem exposta no audiovisual, trazendo ambientes mais escuros e solitários na parte do Dias, em contraposição aos planos mais iluminados e dinâmicos de Borsoi. O elo de ligação entre esses dois universos é a flor que levam na mão, o símbolo de um amor que serviu de inspiração para esta nova letra.



Como conta Dias: "Eu já era muito fã do João Borsoi, pois ele é vocalista de um grupo de samba que adoro, chamado Cozinha Arrumada, bem famoso no Rio de Janeiro. Mandei a letra para ele durante a quarentena e ele adorou a ideia de compor junto". "Liberdade" já estava pronta há um ano quando o clipe foi gravado, em fevereiro, no bairro de Santa Teresa.