• Guilherme Moro

Grandes eventos impulsionam aluguel por temporada e oportunidade para a economia local

Os grandes eventos programados para o segundo semestre de 2022 impulsionam ainda mais a locação por temporada via Airbnb, sendo uma oportunidade para donos de imóveis se tornarem anfitriões na plataforma. Após o anúncio do Rock in Rio, que acontece em setembro, as buscas na plataforma para a cidade do Rio de Janeiro no período do festival aumentaram quase 150% em relação a 2019, ano da última edição do evento, de acordo com um levantamento feito pelo Airbnb.



Uma pesquisa realizada pelo Airbnb apontou que, em 2021, no Brasil, a renda obtida pelos anfitriões que disponibilizaram seus espaços na plataforma foi 33% maior do que no período pré-pandemia, indicando aumento na demanda por aluguéis por temporada. Com o setor aquecido e a retomada dos grandes eventos, aproveitar essas datas para iniciar e anunciar acomodações no Airbnb, sejam espaços inteiros ou apenas um quarto, pode significar uma oportunidade de renda. Estes recursos complementares se mostram importantes em um cenário de aumento geral de custos. Segundo pesquisa, 37% dos anfitriões no Brasil relataram que uma das razões pelas quais disponibilizam seus espaços na plataforma é ajudar a lidar com o aumento dos preços. Na cidade do Rio de Janeiro, 68% dos anfitriões declararam que alugaram imóveis via Airbnb em 2021 para obter renda extra.

“Os grandes eventos potencializam o fluxo de turistas para as cidades, incluindo bairros próximos de onde eles acontecem. Essa é uma oportunidade para donos de imóveis gerarem uma renda extra via Airbnb. Além disso, as acomodações oferecidas na plataforma auxiliam a cidade a melhor acolher os visitantes, aumentando as opções e a oferta de estadias”, diz Felipe Marcondes, Head de Supply do Airbnb na América do Sul.




Os cinco bairros cariocas com maior procura para o período do Rock in Rio são Copacabana, Barra da Tijuca, Ipanema, Recreio dos Bandeirantes e Leblon. Essas acomodações irão receber hóspedes vindos de diversas cidades brasileiras, com destaque para São Paulo, Belo Horizonte e Brasília. "O Airbnb tem um histórico importante vinculado a eventos de grande porte no Rio. Durante as Olimpíadas de 2016, os anfitriões da cidade na plataforma obtiveram renda direta de R$81 milhões. É uma cidade com potencial enorme e o Airbnb segue comprometido em contribuir para que ela seja palco de grandes eventos, com acomodações incríveis e experiências únicas", finaliza Felipe. Para se tornar anfitrião, o Airbnb simplificou o processo para anunciar um imóvel na plataforma, reduzindo para apenas 10 etapas o cadastro da acomodação, com soluções automatizadas. O modelo de deep learning da plataforma automatiza a disposição das fotos nos anúncios com base nas características estabelecidas pelos hóspedes, enquanto as sugestões inteligentes de texto ajudam os anfitriões a criarem o melhor título e descrição ideal para sua acomodação. Além disso, outra facilidade é a ferramenta "Pergunte a um Superhost", que conecta novos anfitriões com Superhosts, anfitriões mais bem avaliados no Airbnb, em uma área para tirar dúvidas de forma personalizada e obter dicas de como anunciar seus imóveis de forma gratuita e com sucesso. No segundo trimestre deste ano, houve um aumento de 50% no número de novos anfitriões no Airbnb no Brasil