top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Festival Universo Spanta 2024fará homenagem ao Rei do Baião,Luiz Gonzaga

Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, é a personalidade musical escolhida para ser o grande homenageado da edição 2024 do Universo Spanta, principal festival de música brasileira do país, que será realizado durante todos os fins de semana do mês de janeiro, em pleno verão carioca.



A escolha acontece no ano que se completam 35 anos da morte do artista, e vai contar com show especial e uma instalação, além de outras ações em homenagem ao cantor e à toda cultura nordestina.


A ideia é que o público mergulhe em um dos mais importantes capítulos da história da música brasileira através da obra de Gonzagão. Na curadoria da exposição, um expert foi escolhido: o cantor, compositor e pesquisador Daniel Gonzaga, neto do artista e filho de Gonzaguinha. Ele ressalta a importância de apresentar o legado de seu avô em um festival de público tão amplo: “Essa homenagem representa um Brasil que um dia foi diferente do que é hoje. Ecos de um Brasil possível. É o estudo da beleza da cultura brasileira. Por isso, a importância dele junto à juventude. Gonzaga sempre esteve, é um formador, e sempre estará, porque também é um sonhador.”


O Universo Spanta vai acontecer mais uma vez durante 15 dias no mês de janeiro, na Marina da Glória, às margens da Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, cidade onde Luiz Gonzaga iniciou sua carreira musical tocando nos cabarés da Lapa, bairro que dá nome a um dos palcos do Festival.


Para o músico e produtor Max Vianna, curador do Universo Spanta, falar da música do Nordeste e de Luiz Gonzaga é falar de um Brasil muito bonito, melódico, que canta a sua história, que fala do seu povo: “Luiz Gonzaga é um herói, um grande cantador da música nordestina, do povo nordestino, do sofrimento do Nordeste, das maravilhas e dos problemas do Nordeste de todos os tempos. Então, falar do Luiz Gonzaga no festival Universo Spanta é mostrar um pouco desse Brasil para as pessoas, que vão ter a oportunidade de estar lá e se depararem com essa obra maravilhosa.”

Comments


bottom of page