• Guilherme Moro

Entrevista: ADORA se reapresenta como artista com novo nome e single

Uma voz potente, um visual poderoso e uma sonoridade inesquecível fazem parte da identidade de Isadora, cantora carioca que agora, se (re)apresenta ao público, como ADORA. Com novo nome e conceito, a artista mostra seu lado completamente repaginado, uma versão mais ambiciosa, potente e audaciosa de si mesma. Para marcar essa transformação, ADORA lança nesta sexta, dia 17, a música autoral “Intimacy”, provando que a combinação do pop com o R&B é a fórmula certa para um novo sucesso.



"Em termos de sonoridade ela é bem semelhante, mas acho que ela traz uma sensualidade, que o meu trabalho anterior não tinha. Minhas músicas falam muito sobre a mulher protagonista da sua própria vida. Ela fala sobre essa posição da mulher de estar bem consigo mesma, se olhando no espelho e gostando do que vê, se aproveitando de seu corpo, de seus desejos e prazeres. É muito importante que a gente bata nesta tecla".

declara ADORA.


Conhecida pelo single “Sun Goes Down” com Bruno Martini e “It’s Your Life” com o Zeeba e Marina Diniz, Isadora que começou a cantar aos 11 anos, enfrentou inúmeros desafios para chegar onde está. Formada em canto erudito, teve a oportunidade de cantar pelo Brasil e pelo mundo, fazendo grandes parcerias com grandes artistas, participar de realities shows e conseguir o seu lugar nesse meio tão competitivo.

Em 2020, estreou seu primeiro projeto de composições autorais, o EP “Universo Particular”, com isso ela alcançou novos públicos e novos lugares, apesar de tudo ter acontecido durante a pandemia. Ainda nesse cenário de isolamento, em 2021, lançou seu segundo projeto autoral, com um propósito muito fiel aos seus princípios: o “M21”, com músicas que mergulham profundamente no universo feminino.



Toda essa trajetória a levaram a um outro patamar e a um profundo conhecimento de si mesma e com isso surgiu a ADORA, uma versão mais ambiciosa, potente e audaciosa de si, que desperta o melhor lado da artista. E o single “intimacy” chega para marcar essa nova fase.


"Não vou mentir: existe uma dificuldade grande. Nós sabíamos que seria um grande desafio, mas tentamos fazer isso de um modo natural, sútil e explicando o motivo para essa mudança, que ocorreu justamente porque eu estava me sentindo distante. O nome mudou para facilitar as buscas. Havia uma grande dificuldade para me buscar nas plataformas digitais, pois Isadora entrou em um lugar mais comum. Entramos em um consenso de que a mudança seria interessante. O nome já faz parte dessa persona e desse artista", afirma.


Inspirada por divas do Pop e R&B como Amy Winehouse, Whitney Houston e Beyoncè, ADORA agora dá início a uma fase de projetos inéditos e autorais, com grandes novidades para 2022. Agenciada pela SoulTime, em 2020 a cantora comemorou o lançamento de seu primeiro EP, o projeto autoral intitulado de Universo Particular, que conta com seis faixas inéditas e, juntas, ultrapassam os 220 mil plays. Agora, se prepara para divulgar mais um novo projeto, que promete trazer uma pegada inédita para a música brasileira.

A cena está cresendo bastante, com muitas playlists no Spotify que priorizam artistas que fazem esse tipo de som. A sonoridade do meu trabalho está sendo desenvolvida, pois estamos entrando no pop, com várias nuances do R&B. É uma sonoridade que lá fora é super pop.


Amor, dedicação e boa dose de energia positiva definem ADORA. Do Rio de Janeiro para o mundo, a cantora de 27 anos não mede esforços para ir atrás de seus sonhos: são mais de 170 milhões de streams em suas músicas, com média de mais de 1 milhão de ouvintes mensais, mais de 160 mil visualizações no YouTube e um repertório extenso de experiências ao longo da carreira.

Formação em canto erudito, uma incrível bagagem sobre assuntos sociais e musicais, shows com uma banda em bares e casas noturnas, participação nos programas The Voice Brasil (Rede Globo), Na Voz Delas (Canal Bis) e parcerias em hits fazem parte do conteúdo da cantora que, apesar da pouca idade, já conquista seu espaço na cena pop.

Com destaque pela interpretação e composição do sucesso “Sun Goes Down”, em parceria com o DJ e produtor Bruno Martini, em 2017, ADORA coleciona influências importantes na música, da erudita à popular. De uma família amante das artes, aos 7 anos de idade já dava os primeiros passos para a vocação. Fez parte de um coral infantil, participações em musicais e cresceu com uma educação voltada para as artes. Desde a primeira vivência na Europa, aos 11 anos, ADORA teve intenso contato com a música, dentro e fora da escola. Foi então que, na adolescência, se apaixonou pela profissão e decidiu dedicar-se inteiramente ao universo musical.