• Guilherme Moro

Em novo clipe, banda Parte 3 clama pela “Vida”

Formado por amigos de longa data no Rio de Janeiro, Parte 3 divulga, nesta quinta-feira (2), às 19h, o videoclipe de “Vida”, faixa que integra o recém-lançado EP “Nada será como antes”.


A canção é iniciada com um trecho de um discurso (em inglês) de Albert Einstein contra a violência, que dá o tom do enredo de “Vida”.

Gravado em uma casa de campo na serra de Itaipava (Rio de Janeiro), o clipe clama pela existência, com dizeres como: “eu quero vida pra você/ eu quero vida para vocês”.


Créditos: Leandro Saucer e Diego Scarp

“Escrevi essa música quando estava prestes a ser pai pela primeira vez. É uma música simples de harmonia, mas os versos são muito profundos para mim. Era uma fase em que eu andava muito preocupado com o futuro, especialmente pelo nascimento do meu filho, e Vida acabou sendo um sopro de esperança e vontade de viver o que viria em seguida”, explica Claudio Costa, compositor, guitarrista e produtor do Parte 3.


Além do músico, o trio é formado por Bill Bordallo, nos teclados, e Sandro Abreu, na voz e backing vocals. Sob o aspecto musical, “Vida” reúne elementos eletrônicos com influências oitentistas, como Depeche Mode, em uma canção melódica que poderia muito bem ter sido escrita por Cazuza.


O single “Vida” é a segunda faixa do EP “Nada será como antes”, que conta com “Se não valeu”, cuja o videoclipe também está disponível”, e “Digo Que Nunca Mais Volto”.


Sobre a banda Parte 3

A Parte 3 nasceu durante a pandemia, no início de 2021. Amigos de longa data, Claudio, Bill e Sandro tocaram juntos no passado e desde meados de 2019 vinham pensando em maneiras de voltar a trabalhar juntos, mas não foi tão fácil assim. “O ano de 2020 foi muito difícil para muita gente por conta da pandemia. Nós fomos rigorosos em cumprir o isolamento social e interrompemos qualquer iniciativa musical na ocasião. Em 2021, entendemos que a música estava sendo necessária sob muitos aspectos, tanto para a nossa saúde mental quanto para levar um pouco de emoção e alegria para o público. Em março, tomando todos os cuidados e respeitando os protocolos sanitários vigentes, decidimos começar a gravar o que viria a se tornar o nosso EP de estreia”, disse Bill Bordallo.

Quanto ao nome escolhido para a banda, Claudio explica: “Nós tocamos juntos durante muitos anos, na Primadonna, até que a banda acabou e cada um seguiu sua carreira de forma independente. Esse reencontro musical e profissional representa a terceira parte de nossas carreiras. A primeira parte foi a banda que tivemos no passado, a segunda, o hiato entre os dois trabalhos. Parte 3, portanto, é a continuação de nossas vidas”.