• Guilherme Moro

Elton John lança música com Britney Spears

Elton John e Britney Spears lançam hoje sua aguardadíssima colaboração“Hold Me Closer”. A faixa já está disponível em todas as plataformas globais.



Um hino dançante feliz e futurista, com vibe de férias de verão, “Hold Me Closer” fez dois dos artistas mais icônicos de todos os tempos se unirem para gravar juntos pela primeira vez. As sementes do projeto foram lançadas em 2014, quando a dupla se encontrou pela primeira vez na 22ª edição da Elton John AIDS Foundation Academy Awards Viewing Party. Em 2015, um post de Britney Spears no Twitter professando seu amor por “Tiny Dancer”, clássico de Elton de 1971, desencadeou a idéia da colaboração. Neste verão do hemisfério norte, as estrelas finalmente se alinharam. No início da estação, depois de ouvir o primeiro corte do single, Elton John sacou que os vocais imediatamente reconhecíveis de Britney seriam o toque perfeito para a canção, e falou direto com ela. Britney imediatamente disse sim, e o resultado, “Hold me Closer”, promete ser a canção do verão. O lançamento marca a primeira música nova de Britney Spears desde 2016.

Elton John diz: “Estou absolutamente emocionado por ter tido a chance de trabalhar com Britney Spears; ela é realmente um ícone, uma das grandes estrelas pop de todos os tempos e soa incrível nesta faixa. Eu a amo muito e estou encantado com o que criamos juntos".

Britney Spears diz: “Fiquei muito honrada quando o incrível Sir Elton John me pediu para me juntar a ele em uma de suas canções mais icônicas. Estamos tão animados querendo que os fãs escutem! Obrigado, Elton, por me receber! Estou tão grato por ter tido a oportunidade de trabalhar com você e sua lendária mente”.



Uma surpresa fantástica para os fãs de Elton John e Britney Spears em todo o mundo, “Hold Me Closer” tem produção de Andrew Watt. A faixa dá um toque refrescante e contemporâneo a um dos hits mais icônicos de Elton John, “Tiny Dancer”, mas também inclui elementos de outras canções clássicas de seu cancioneiro, “The One” e “Don’t Go Breaking My Heart”. “Tiny Dancer” é uma das canções mais queridas de Elton John e uma das faixas de destaque de seu álbum de estúdio “Madman Across The Water”, de 1971. Com impacto instantâneo junto ao público americano, a música atingiu o Top 50 das paradas dos EUA na época do lançamento. Hoje tem certificado de platina tripla. Em 2022, foi listada pela revista “Rolling Stone” entre as 500 Maiores Canções de Todos os Tempos. Entre as criações de Elton John, “Tiny Dancer” perde apenas para “Rocket Man” e “Your Song” em números de streaming global. A faixa foi usada com efeito fenomenal e teve um ganho imenso de popularidade depois de incluída no clássico filme “Quase Famosos”, de 2000. Hoje, a canção continua sendo uma das favoritas dos fãs, ocupando lugar de destaque no setlist da turnê Farewell Yellow Brick Road.



SOBRE ELTON JOHN:

As conquistas da carreira de Elton até hoje são insuperáveis em sua amplitude e longevidade. Elton é um dos artistas solo mais vendidos de todos os tempos. Só no Reino Unido e nos EUA, ele tem um certificado de diamante, 32 de platina ou multiplatina e 21 discos de ouro, além de mais de 70 sucessos emplacados no Top 40. São mais de 300 milhões de discos vendidos em todo o mundo.

Elton detém o recorde para o single mais vendido de todos os tempos, “Candle in the Wind 1997”, que bateu a marca das 33 milhões de cópias. Lançada em 2017, a coletânea “Diamonds - The Ultimate Greatest Hits” tornou-se o 40º álbum de Elton a figurar no Top 40 do Reino Unido Top 40 e passou mais de 200 semanas consecutivas no top 75 das paradas de álbuns do Reino Unido, mais de 110 delas entre o top 20. Esse lançamento celebrou 50 anos de sua parceria de composição com Bernie Taupin. Em agosto de 2018, Elton foi nomeado o artista solo masculino de maior sucesso na história da Billboard Hot 100. Até agora, ele registrou 70 entradas no Hot 100 da revista, incluindo nove #1s e 28 tops 10s. “The Lockdown Sessions”, álbum de colaborações gravado durante a pandemia de COVID-19, foi lançado em outubro de 2021 e entrou direto no número 1 das paradas britânicas, tornando-se o oitavo álbum da carreira de Elton a ocupar esse posto. Seu single principal “Cold Heart (PNAU Remix) with Dua Lipa” tornou-se um hit global, alcançando o #1 nas paradas de singles do Reino Unido e da Austrália. O sucesso fez com que Elton se tornasse o primeiro artista solo a emplacar um single no Top 10 do Reino Unido por seis décadas consecutivas. Nos Estados Unidos, ele detém o recorde de mais longo intervalo entre sucessos no Top 40 da Billboard: 50 anos.

Em janeiro de 2018, Elton anunciou a turnê Farewell Yellow Brick Road no Gotham Hall de Nova York. Abrangendo cinco continentes e mais de 350 datas, o projeto começou em setembro de 2018 e marca sua aposentadoria após mais de 50 anos na estrada. Em 2019, a Farewell Yellow Brick Road foi considerada pela Billboard a Top Rock Tour do ano, vencendo também o prêmio da Pollstar de Major Tour. Desde que começou a excursionar, em 1970, Elton já fez mais de 4 mil apresentações em mais de 80 países. Em 2019 ele lançou a autobiografia best-seller “ME” e viu estrear “Rocketman” épico filme musical sobre sua vida. “Rocketman” tem sido um sucesso comercial e crítico desde então, somando cerca de 200 milhões de dólares na bilheteria. O longa ganhou um Oscar, dois Prêmios Globo de Ouro e um Prêmio Escolha da Crítica. Também recebeu indicações a prêmios da BAFTA, a academia britânica de cinema. Sua trilha sonora também foi indicada ao GRAMMY.

Entre os muitos prêmios e honrarias que foram concedidos a Elton John estão seis GRAMMYs, incluindo um prêmio GRAMMY Legend, um Tony e dois Oscars, um Prêmio BRIT de Melhor Artista Masculino Britânico, admissões no Rock and Roll Hall of Fame e no Songwriters Hall of Fame, o Kennedy Center Honor, o Prêmio Legend of Live, treze prêmios Ivor Novello entre 1973 e 2001 e um título de Cavaleiro da Ordem do Império Britânico concedido pela Rainha Elizabeth II por “serviços à música e serviços de caridade”. Mais recentemente, Elton recebeu o prêmio Ícone de Ouro da iHeartRadio 2021 em reconhecimento por sua incrível influência na música e na cultura pop. Em fevereiro de 2022, ele encabeçou o primeiro Power Index da Pollstar, um ranking semanal medindo o poder de impacto dos artistas mais populares do mundo baseado em streaming, turnês, execuções em mídia e métricas de mídia social.

Em 1992, criou a Elton John AIDS Foundation, que hoje é uma das principais organizações sem fins lucrativos de combate ao HIV/AIDS e já arrecadou mais de US$ 515 milhões até hoje na luta global contra o vírus. Em junho de 2019, o presidente Emmanuel Macron concedeu a Elton a Légion d’Honneur, condecoração mais alta da França, por sua contribuição vitalícia às artes e à luta contra o HIV/AIDS. Elton também foi distinguido como Companheiro de Honra, o mais alto reconhecimento da Lista de Honra da Commonwealth (comunidade britânica de nações) no Ano Novo de 2021. Em setembro de 2019, o correio britânico emitiu um conjunto de 12 selos em homenagem a Elton. Em julho de 2020, a Royal Mint (Casa da Moeda britânica) lançou uma moeda comemorativa ao artista, a segunda em sua série de lendas musicais. Sempre um incansável defensor dos artistas novos, Elton tem sido uma das principais vozes no lobby pós-Brexit junto ao governo britânico para permitir que jovens artistas possam fazer turnês sem visto na Europa.

SOBRE BRITNEY SPEARS:

Britney Spears é uma das artistas de maior sucesso na história da pop, com quase 150 milhões de discos vendidos em todo o mundo. Vencedora de prêmios Grammy e de vários certificados de platina, vendeu mais de 70 milhões de álbuns, singles e músicas nos Estados Unidos, de acordo com a Nielsen Music. Nascida no estado do Mississippi e criada na Louisiana, Spears tornou-se um nome conhecido na adolescência, quando lançou seu primeiro single “...Baby One More Time”, sucesso internacional que bateu recordes: mais de 20 milhões de cópias vendidas em todo o mundo, 14 vezes certificado como disco de platina nos Estados Unidos.

A carreira musical da cantora ostenta inúmeros prêmios e honrarias, incluindo sete Billboard Music Awards e o Billboard Millennium Award, que reconhece realizações e influência marcantes na indústria musical, bem como um American Music Award e o MTV Video Vanguard Award de 2011. Spears já emplacou seis álbuns no 1° lugar no ranking Billboard 200 e 34 singles no Top 40 do Hot 100 da Billboard, sendo que quatro deles chegaram ao #1. Spears foi indicada para sete prêmios Grammy e ganhou o prêmio de Melhor Gravação Dance em 2005.

Não foi só a música de Britney que tocou a vida de milhões de pessoas. Ela usa sua voz e sua popularidade global para apoiar a comunidade LGBTQ+, engajando-se para a aprovação do Dream Act (legislação para proteger crianças trazidas aos EUA a partir de imigração ilegal) e no combate a leis texanas anti-transgêneros. Recebeu o Prêmio Vanguard 2018 da GLAAD, concedido a profissionais da mídia que fizeram diferença significativa na promoção da igualdade e aceitação das pessoas LGBTQ+.

Em 2018, após uma temporada de seu concerto pop de última geração, Britney: Piece of Me, no Planet Hollywood Resort & Casino, em Las Vegas, Spears caiu na estrada com a turnê global Piece of Me.

Há mais de 15 anos, Britney também vem criando fragrâncias. Seus perfumes estão disponíveis em mais de 85 países.