top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

David Gilmour lança "The Piper's Call', primeiro single do novo álbum "Luck and Strange"

David Gilmour anunciou seu novo álbum, “Luck and Strange”, com data de lançamento em 6 de setembro, pela Sony Music. A primeira faixa, “The Piper’s Call”, chega nesta quinta-feira, 25 de abril, após uma estreia mundial exclusiva no BBC Radio 2 Breakfast Show.



“Luck and Strange” foi gravado durante cinco meses em Brighton e Londres e é o primeiro álbum com material novo de Gilmour em nove anos. O disco foi produzido por David e Charlie Andrew, mais conhecidos pelo trabalho com ALT-J e Marika Hackman.


Sobre essa nova relação de trabalho, David diz: “Convidamos Charlie para ir à nossa casa, então ele veio e ouviu algumas demos e disse coisas como: ´Bem, por que tem que haver um solo de guitarra lá?´ e ´Todos eles desaparecem? Alguns deles não podem simplesmente acabar?´. Ele tem uma maravilhosa falta de conhecimento ou respeito por esse meu passado. Ele é muito direto e nada intimidado - e eu adoro isso. Isso é tão bom para mim, porque a última coisa que você quer é que as pessoas simplesmente se submetam a você”.


A maioria das letras do álbum foi composta por Polly Samson, coautora e colaboradora de Gilmour nos últimos trinta anos. Samson conta sobre os temas líricos abordados em “Luck and Strange”: “Foi escrito do ponto de vista de ser mais velho; a mortalidade é a constante”. Gilmour explica: “Passamos muito tempo conversando e pensando sobre esse tipo de coisa”. Polly também achou a experiência de trabalhar com Charlie Andrew libertadora: “Ele quer saber sobre o que são as músicas, quer que todos que estão tocando nelas tenham as ideias que estão na letra. Eu particularmente adorei por esse motivo”.


O álbum traz oito faixas inéditas, junto com uma bela reformulação de “Between Two Points”, dos Montgolfier Brothers, e conta com arte e fotografia do renomado artista Anton Corbijn.



Os músicos que contribuíram para o disco incluem Guy Pratt e Tom Herbert no baixo, Adam Betts, Steve Gadd e Steve DiStanislao na bateria, Rob Gentry e Roger Eno nos teclados com arranjos de cordas e corais de Will Gardner. A faixa-título também traz a participação do falecido tecladista do Pink Floyd, Richard Wright, gravada em uma jam em 2007, em um celeiro na casa de David.


Algumas contribuições surgiram das transmissões ao vivo que Gilmour e família realizaram para um público global durante o confinamento de 2020 e 2021; Romany Gilmour canta, toca harpa e aparece nos vocais principais em “Between Two Points”. Gabriel Gilmour também canta backing vocals.


A imagem da capa do álbum, fotografada e desenhada por Anton Corbijn, é inspirada em uma letra escrita por Charlie Gilmour para a última música do álbum, ‘Scattered’. Sobre trabalhar com sua família em 'Luck and Strange', David diz: “Polly e eu compomos juntos há mais de trinta anos e as transmissões ao vivo do Von Trapped mostraram a grande mistura da voz de Romany e seu jeito de tocar harpa, o que nos levou a uma sensação de querer descartar parte do passado ao qual me sentia obrigado e de poder jogar fora essas regras para fazer o que quisesse, o que tem sido uma grande alegria”.

コメント


bottom of page