top of page
  • Foto do escritorKaelaine Olive

Conheça a história por trás da amizade entre Roberto e Erasmo Carlos


Erasmo Carlos e Roberto Carlos se conheceram por um interesse comum: o rock. Vizinho de Erasmo, Tim Maia tinha uma banda chamada The Sputniks, que tinha como integrantes, além do Tremendão, Roberto Carlos, Arlênio Lívio, Edson Trindade, Wellington Oliveira e José Roberto "China".

Eles faziam covers de músicas populares do rock americano, porém a parceria se rompeu depois de uma briga entre Tim e Roberto. Erasmo seguiu com a banda, que passou a se chamar The Snakes, dessa vez com canções autorais. á Roberto seguiu como cantor solo.


Erasmo se aproximou do Rei quando precisou de uma letra do cantor Elvis Presley. Então os dois começaram a se aproxima. Além do rock, os futebol os aproximava, já que ambos torciam para o Vasco da Gama. O sucesso estava garantido, já que música boa e futebol, são sempre boas pedidas.


Em 1965, Erasmo apresentou o programa “Jovem Guarda” da TV Record, ao lado de Roberto e Wanderléa. A atração também deu origem ao movimento cultural homônimo que mesclava música, comportamento e moda, tendo principal referência o fenômeno musical da época: o rock. O programa durou até 1968, por conta da saída de Roberto Carlos.


A amizade dos dois ficou tão forte, que Erasmo modificou seu nome artístico para homenagear Roberto Carlos. Antes ele era conhecido como Erasmo Esteves, porém com a homenagem, ele se tornou Erasmo Carlos. E as homenagens não partiram somente pelo lado do Tremendão: Roberto Carlos sempre dedicou a canção “Amigo” ao velho companheiro.



A dupla compôs mais de 500 sucessos ao longo da carreira, entre eles, “Minha Fama de Mau”, "É Preciso Saber Viver", “Quero Que Tudo Vá Para o Inferno" e "Se Você Pensa".


Erasmo Carlos faleceu aos 81 anos, no Hospital Barra D'Or, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ). A despedida entre os dois aconteceu um dia antes, através de uma ligação.

Comments


bottom of page