• Guilherme Moro

Com clipe gravado entre Brasil e Argentina, Nacho Martin expõe o amor

Argentino, mas de alma brasileira, o cantor e compositor Nacho Martin segue com uma série de lançamentos em carreira solo. A música da vez é “Deixa Eu Amar”, composta pelo próprio Nacho e com produção assinada pelo casal Álamo Leonardo (Poplars, Rusty Blade) e Dori Onnez (Charlotte Matou Um Cara, Maga Rude). A música ganhou videoclipe em formato vertical com o registro de lugares, entre Brasil e Argentina, por onde Nacho passou entre os anos de 2021 e começo de 2022.



“Essa música foi escrita durante os primeiros meses de pandemia. Eu tinha elaborado um esboço de melodia, mas ela não ficava do jeito que eu queria. Em agosto de 2021 resolvi jogar na mão do Álamo e da Dori, da Mondo Bizarro Produções, pra ver o que podia sair. O resultado é um Ska atual com cara de old school”, explica Nacho.


Na parte lírica, o amor é o centro para os temas que permeiam essa canção. “Na letra eu falo sobre a diversidade do amor e da dificuldade que às vezes encontramos para sermos nós mesmos, seja no lado afetivo, social ou ideológico. Quem precisa vencer essa disputa é sempre o amor”, pontua Nacho Martin.


A canção ainda conta com os metais de André Serrano e Pri Ribeiro, que tocam com Nacho na banda Guantas, além da participação de Victor Hugo, da banda Skabong, de Aracajú. A música está disponível nos mais variados serviços de streaming com distribuição da OneRPM.



Sobre Nacho Martin


Nascido em Buenos Aires e radicado em São Paulo, Nacho Martin trabalha com música desde muito cedo. Montou a sua primeira banda em 1998, quando tinha 15 anos de idade. Desde então, sempre esteve presente na cena underground da música alternativa paulista.


Passou a tocar baixo e a fazer backing vocals em diversas bandas de punk rock e hardcore até que, em 2011, descobriu o ukulele e decidiu assumir um projeto próprio. Cantor, compositor e videomaker, Nacho fundou a banda Guantas em 2015 e, a partir desse projeto, decidiu misturar diversos ritmos como o ska, reggae, country e música latina. Desde então, foram lançados os álbuns “Guantas”, de 2017 e “Viva la Guantas”, de 2019 (ambos produzidos por Paulo Senoni), além dos singles lançados durante a pandemia: “Contando os Dias”, de 2020 (com produção de Felipe Kim) e "Memória de Elefante”, de 2021 (produzido por Edu Z).


Nacho segue liderando a Guantas e, em 2021, deu início em sua carreira solo, tendo lançado os singles “O Tempo”, com participação de Nilvo Krauze, “Nesses Tempos Modernos”, com Daze MC, Master Pe e André Serrano e “Volver”.


Ficha técnica


Produção Mondo Bizarro

Nacho Martin: Letra, Voz e Música

Álamo Leonardo: Produtor, Guitarra, Baixo, Teclado e Coros

Dori Onnez: Engenheira de Som e Coros

Master Pe: Captação de Sopros

André Serrano: Trombone

Pri Ribeiro: Trompete

Victor Hugo: Bateria

Posts recentes

Ver tudo