• Guilherme Moro

Coletivo Estoril lança clipe de “Estrela do Mar”

Novo single do grupo Coletivo Estoril, “Estrela do Mar” chega nas plataformas de áudio, pelo selo Bangue Records, em lançamento simultâneo com o clipe da canção. Gravado no litoral norte de São Paulo, o vídeo destaca em sua narrativa os elementos naturais, sua grandeza e sua influência, compondo a mensagem e a textura musical deste novo trabalho. O single comemora antecipadamente os dez anos de existência do grupo, formado e baseado em São José dos Campos em 2013, além de aquecer o público para “A Cura”, álbum que tem seu lançamento marcado para outubro.



Com uma discografia marcada por sonoridades na linha do dub e do reggae, o Coletivo Estoril mantém sua essência nestas novas composições, assim como dança entre ritmos como carimbó, disco e afrobeat em suas novas faixas. Trazer a raiz do tambor com a tecnologia dos sintetizadores eletrônicos é reflexo do desejo do grupo em expandir uma dinâmica entre o regional e o que acontece de ‘pop’ no mundo. Intitulado “A Cura”, o novo disco possui nove faixas e compartilha reflexões sobre o distanciamento e gradual retorno social, sobre o reencontrar com seus pares e com o público, sobre comungar novamente com quem constrói coletivamente a arte e a música.


Para o grupo, as idas e vindas das marés é uma forma de se pensar e sentir esses movimentos. Está neste ciclo uma das grandes inspirações de “Estrela do Mar”, que abre as apresentações do novo álbum. A conexão com os elementos areia, mar, estrela e lua regem o clipe, que traz cada uma destas forças personificadas em corpos e coreografias repletas de sutileza e impacto, beleza e poder. A história da canção “Estrela do Mar” traz a mensagem de grandeza desta natureza. Não à toa, a localização escolhida para essa atmosfera quase mística é a quase deserta praia de Puruba, em Ubatuba, onde se parte e se unem o mar e o rio que o corta.



"A Cura'' é o primeiro disco do Coletivo Estoril, um encontro do grupo com sua essência musical. O retorno das marés é, afinal, também o retorno dessa musicalidade, dos shows presenciais, da troca com o público e da cura que vem com esse movimento. Uma cura carregada de emoção e de história, que busca através da mensagem deste trabalho compartilhar esse sentimento de retorno e de raízes. Escolhemos formar um álbum com músicas que se fazem dançar sem deixar de trazer a poética que queremos, em palavras e sons que possam elevar o espírito também”, conta Passarinho, um dos membros originais do Coletivo Estoril, que também retorna ao grupo como baterista e dirige o clipe de “Estrela do Mar”.


A sonoridade, assim, segue a marca presente em outros singles do Coletivo Estoril, como “Balança” e “Redemoinhos”, mas é também acrescida de uma pegada dançante e de celebração. Junto com esse retorno cheio de inovação, “Estrela do Mar” anuncia o que nos afeta como seres singulares e como coletivo, fala da natureza que nos toca e nos transforma, assim como muda e guia o mundo. A canção, assim como o clipe, tratam das marés que guiam e regem o mar da vida, da troca mútua e dos retornos, uma reflexão sobre a conexão das nossas jornadas e sentimentos com os elementos da natureza.