• Guilherme Moro

Blitz lança single em parceria com Roberto Frejat

Está chegando às plataformas digitais o novo single da Blitz “Agora é a hora”. Parceria de Evandro Mesquita com o amigo Roberto Frejat.



“Essa música foi composta durante a pandemia, quando fiz uma caminhada de Copacabana até o Leblon e não conhecia ninguém, nenhum rosto, as esquinas não eram identificáveis, nem o prazer nem as história de antigamente”, conta Evandro. “Então mostrei pro Frejat e fizemos essa música, que tem como tema a perda da identidade com a cidade onde você nasceu”, completa o artista.” “Nas ruas do Rio de Janeiro / Não vejo mais nossas pegadas / Tempos normais pelo avesso / Eu e você eu não esqueço”, diz a letra de ‘Agora é a hora’.

A música é parte de um CD de inéditas, que é um dos quatro álbuns que o grupo está lançando: ‘Blitz hits’, ‘Lado Blitz’, ‘Super Novas’ (que inclui ‘Agora é a hora’) e ‘Blitz Nudusoutrus’.



Um pouco de história

Em 1982 a lona foi esticada sobre o Arpoador. Surgiu um espaço multicultural e democrático conhecido como Circo Voador. Naquele palco praiano nasce a BLITZ.

Em julho daquele ano a banda gravou o compacto ‘Você não soube me amar’.

Em três meses o compacto vende 100 mil cópias e atinge a marca de um milhão de cópias vendidas em plena crise da indústria fonográfica. Na sequência, lança o primeiro LP ‘As Aventuras da Blitz’, com venda mais impressionante que a do compacto.

A BLITZ era inclassificável. Com sua origem no grupo teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone, o grupo ganha capas de revistas importantes como Veja, Manchete e Isto É. Evandro & Cia arrombaram as portas do Rock Brasil, a MPB nunca mais seria a mesma. O sucesso da banda mudou o panorama das rádios e das gravadoras do Brasil.

A banda fez grandes shows em ginásios e estádios, e invade espaços como o extinto Canecão, onde batia recordes com a juventude do Rio se vendo no palco, representada pela Blitz.

Duas apresentações merecem destaque: no primeiro Rock In Rio, em 1985 e na Praça da Apoteose, em 1984, quando foi o primeiro grupo a se apresentar naquela palco para mais de 50 mil pessoas.

A formação atual da Blitz é Evandro Mesquita (vocal, guitarra e violão), Billy Forghieri (teclados), Juba (bateria), Rogério Meanda (guitarra), Alana Alberg (baixo), Andréa Coutinho (backing vocal) e Nicole Cyrne (backing vocal).