top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Banda Hecto lança o single “Nada Será Como Antes”, em parceria com Ney Matogrosso

Eu já estou com o pé nessa estrada / Qualquer dia a gente se vê / I know nothing will be as it was tomorrow. Quando Ronaldo Bastos apresentou a versão em inglês de Nada Será Como Antes, feita por Rene Vincent, para Guilherme Gê e Marcelo Lader, integrantes da banda Hecto, eles imediatamente sentiram a pegada rock que a música pedia, e decidiram fazer uma versão bilíngue, inédita. Guilherme, por sua vez, apresentou a música, já com uma base de rock, para Ney Matogrosso, que aceitou cantar a letra em português. A partir desse encontro será lançado, 50 anos depois, o single "Nada Será Como Antes", dia 18 de abril nas principais plataformas.


A nova versão da música de Milton Nascimento e Ronaldo Bastos, lançada originalmente em 1972, volta com um arranjo inédito, com influência do rock. “Nada Será Como Antes” retorna num momento histórico do nosso país, abrindo um novo caminho, uma nova direção -- social, política e humana, afirma Guilherme Gê. O videoclipe tem direção de Batman Zavareze e edição de João Oliveira. Ao longo do ano a Banda Hecto vai lançar mais 3 singles com participações especiais, além do primeiro álbum.



Sobre Guilherme Gê: carioca, produtor musical, arranjador, multi instrumentista e cantor. À frente do piano, teclados, sintetizadores, baixo elétrico, violão, guitarra e vocais, Guilherme produz, arranja e grava os discos do Titã Sérgio Britto, integra o Coletivo Samba Noir ao lado de Katia B, Marcos Suzano e Luis Filipe de Lima, dirige, arranja e toca no Espetáculo -- O Rock Salva! De Raul Seixas a Jim Morrison, com Eriberto Leão.

Trabalhou por mais de 5 anos na Albatroz Music, como produtor, arranjador e instrumentista a convite de Roberto Menescal, produzindo músicas para o mercado oriental, europeu e brasileiro. Como compositor/letrista tem parcerias com Roberto Menescal, Paulo Sérgio Valle, Sérgio Britto (Titãs), Mauro Santa Cecilia, Allan Dias Castro e outros.

Sobre Marcelo Lader: catarinense, começou seus estudos de guitarra em 2001, em São Bento do Sul - SC com Marcelo Pereira, renomado professor da região sul do Brasil. Participou da Banda Maggie Townsend como guitarrista e compositor, e em 2013 lançaram a demo deste projeto. Em 2016, Lader integrou a banda Drageah e juntos lançaram um álbum homônimo independente. Em 2020 formou a banda Hecto juntamente com Guilherme Gê".



Commenti


bottom of page