top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Villagers Lança novo single “You Lucky One”

Villagers compartilhou "You Lucky One", o segundo single do próximo álbum That Golden Time, que será lançado em 10 de maio. O novo e requintado disco revela o talento melódico característico do premiado cantor, compositor, instrumentista e dramaturgo de Dublin, Conor O'Brien, seu dom de fazer arranjos vívidos e sutis ao mesmo tempo e letras que expressam suas esperanças, medos e sonhos em uma poesia ricamente envolvente.



“You Lucky One” segue o lançamento da faixa-título “That Golden Time” e apresenta a lenda irlandesa Dónal Lunny [Planxty, The Bothy Band] no bouzouki. A música está ligada à imagem secundária da arte do álbum, uma moeda irlandesa de vinte centavos. "Os tipos de moeda física mudam com o passar do tempo, mas as relações essenciais de poder e os princípios de troca perseveram em meio às mudanças estéticas", explica O'Brien. O conto de advertência documenta dois protagonistas, um que promete riquezas ao outro, mas que se revela mais como um parasita. "Quem está usando quem?", pergunta O'Brien. "Acho que ele explora a noção muitas vezes simplificada de privilégio."


Com O'Brien fazendo sua estreia como diretor, o vídeo é uma filmagem ameaçadora e direta para a câmera que mostra a narrativa distorcida e os rostos ocultos das pessoas. 


O’Brien diz: "O vídeo, assim como a música, é complicado e confuso, cheio de paisagens infernais e demônios internos. Ele existe em um mundo conquistado por seres irracionais e criaturas emocionais e egoístas. A corrupção da alma e a motivação dissimulada estão na ordem do dia, por isso achei melhor servir com um prato de coisas macabras e sinistras."


Após as gravações de seu antecessor, Fever Dreams, o trabalho solo de That Golden Time não foi forçado a O'Brien por confinamento. "Para mim, That Golden Time tem uma voz internalizada, tanto que quase não consegui deixar ninguém entrar", diz ele. "É provavelmente o álbum mais vulnerável que já fiz. Toquei e gravei tudo em meu apartamento e, por fim, convidei as pessoas a entrarem." Além de Dónal Lunny, o álbum apresenta o compositor e multi-instrumentista americano Peter Broderick no violino, David Tapley, da banda de Dublin Tandem Felix, no violão de pedal steel, e um grupo de músicos que O'Brien viu pela primeira vez em um tributo a um de seus grandes amores, o compositor italiano Ennio Morricone, que acrescentou voz soprano, viola e violoncelo. 

 

A poesia discreta de That Golden Time é conduzida sem esforço por melodias maravilhosas e instrumentação sublime. Inspirado por filósofos, poetas, dramaturgos, cantores e compositores que se infiltraram na consciência de O'Brien: desta vez, os nomes vão para Friedrich Nietzsche (seu Além do Bem e do Mal: Prelúdio a uma Filosofia do Futuro é citado no livreto que acompanha o álbum), Dory Previn, Marcus Aurelius, Fintan O'Toole, Lorraine Hansberry, Chet Baker, Joan Didion, PJ Harvey e as belezas pós-clássicas de Rachel.

 

Antes da turnê completa da banda no verão (incluindo o London’s Royal Festival Hall), Villagers anunciaram uma série de shows intimistas em lojas.

Comments


bottom of page