top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Victoria Monét põe fogo com novo e incendiário single "Party Girls"

A multitalentosa cantora, compositora e produtora indicada ao Grammy Victoria Monét lança seu novo e sensual single “Party Girls” com a famosa lenda do dancehall Buju Banton pela Lovett Music/RCA Records. Ao longo da trilha produzida por D’Mile, Yonatan “SDTRK” Ayal, & Dready, Monét desliza sobre a instrumentação grandiosa, as ondulantes linhas do baixo e as marcantes percussões que incendeiam a interpretação vocal sedutora que faz lembrar Sade — em uma fusão de suas raízes do R&B com os sons clássicos do dancehall. Inflamado pelo verso ardente de Buju Banton, "Party Girls" é cheio de adrenalina e naturalmente convidativo - um clássico oficial do verão.



O videoclipe dirigido por Meji Alabi dá vida à pegada pulsante de uma clássica festa de dancehall jamaicana com os looks marcantes de Victoria criados pelo estilista Kollin Carter e as impressionantes coreografias do mundialmente famoso coreógrafo Sean Bankhead. Enfeitada com cristais e compulsivamente hipnótica, Monét é inegavelmente a vida da festa – dançando de sala em sala, ela ostenta todos os traços da garota da festa definitiva.


"Party Girls é uma ode às mulheres de todo o mundo que mantêm as celebrações vivas!", diz Monét. "Se você se lembra das reuniões sociais, das extravagâncias da vida noturna ou das festas durante o dia, provavelmente irá se lembrar de um momento em que uma mulher tornou isso tudo muito mais emocionante! Eu queria fazer uma música dando crédito a quem merece, ao mesmo tempo em que escolhia uma música sensual de R&B caribenho para continuar a diversão. Espero que essa música faça vocês se sentirem sexies, empoderados(as) e valorizados(as)!".


"Party Girls" vem na esteira do recente single "Smoke" com Lucky Daye— uma homenagem descarada ao êxtase herbal que atraiu a atenção da Rolling Stone, Pitchfork, Flaunt, Nylon e Hypebeast, entre outros. Ambos os singles marcam o início de uma nova era para Victoria Monét, encerrando a tão esperada pausa desde seu anunciado projeto solo de 2020 JAGUAR.


Desde então, Monét vem gradativamente aumentando o calor com uma série de lançamentos que inclui remixes com Kehlani (“Touch Me”) e Bryson Tiller (“We Might Even Be Falling In Love (Dueto)”). As faixas adicionais “F.U.C.K” e “Coastin'' foram criadas com base no som do JAGUAR e enfatizam seu poder de permanência com visuais impressionantes marcados pelos tons marrons e pela influência dos anos 1970 que são a marca de Monét. Ela também viralizou nas redes sociais com a #SomeCutChallenge e atualmente com seu desafio de verso aberto para a música "We Might Even Be Falling In Love".


Conquistando elogios da imprensa, de nomes como Paper, Pitchfork, Vulture, VICE, NY Post, The New Yorker, The Guardian e outros, Monét continua a desenvolver sua arte enquanto desafia as normas sociais e de gênero com seu lirismo multidimensional. A arte inovadora de Monét abriu espaço para que ela aparecesse no The Late Night Show with Jimmy Kimmel Live! e no The Late Show With Stephen Colbert’s #PlayAtHome, e em festivals como Made In America, Sol Blume, e Day N Vegas , além de ter rendido uma cobiçada vaga como artista parceira no Cash App Studios.


Mais recentemente, Monét esgotou os ingressos para seu primeiro show como artista principal em Los Angeles no El Rey Theatre em parceria com Spotify e Goldenvoice. Os ingressos para o show esgotaram em menos de um minuto, com a Billboard afirmando que Monét “garantiu que a multidão nunca se esquecesse de quem ela é”. Como novo membro da RCA Records, existem muitas outras músicas da estrela no horizonte, à medida que cresce a expectativa pelo tão desejado álbum JAGUAR II que chega ainda em 2023.

Comments


bottom of page