top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

VERO e lucasbin mesclam R&B, indie e pop na envolvente “Fascínio”

VERO se aprofunda nas temperaturas da paixão em “Amormaço”, seu novo EP, previsto para setembro. A artista retoma a parceria da cantora com o produtor lucasbin, uma tradução dos desejos em forma de indie pop, MPB e R&B no single “Fascínio”.


Foto por Baeni; adereço por Baeni e Luísa Teles (Capopiné)

Com uma estética cada vez mais madura, VERO retorna após o disco de estreia, “Contrapranto” (2021), e uma sequência de singles para falar de amor e sensualidade. Com palavras macias e um instrumental envolvente, criado pelo produtor musical lucasbin, “Fascínio” mantém o caráter inovador e experimental de sua parceria consolidada e promete um EP intimista, caloroso e intenso.


“Conseguimos extrair melhor o que a gente acha válido de cada experiência que passamos nos últimos dois anos, e registrar isso em músicas mais refinadas. ‘Fascínio’ é sensual, romântica, instigante. Da mesma forma que eu tenho pessoalmente entendido o que é um amor maduro, e relacionamentos maduros, a música tem me acompanhado nisso. O EP ‘Amormaço’ vai nessa mesma onda, de criar uma trajetória das formas que eu já olhei pro amor (até porque tem músicas escritas desde 2019 até 2023) e trazer uma leitura de como eu vejo hoje. E a ideia depois desse lançamento é fazer shows com uma banda completa, que tenho começado a formar desde o início do ano”, adianta a artista.


“Amormaço” é mais um passo na carreira de VERO, cantora, performer e compositora. Sua trajetória inclui o Grupo de MPB da UFPR e é uma das fundadoras do Coro Cênico de Curitiba, onde atua até hoje. Em 2020, começou a criar seu trabalho como artista individual, já ao lado do DJ e produtor musical lucasbin. Em 2021 a dupla lançou um álbum de 10 canções autorais, que já caminha para 100 mil audições apenas no Spotify, além de 4 videoclipes, shows online, entre outros projetos.



Com “Contrapranto”, VERO e lucasbin ocuparam palcos de Curitiba, São Paulo, Londrina e Maringá, além de dividirem noites com artistas como Sophia Chablau e Uma Enorme Perda de Tempo, Pedro Bienemann e Lumanzin. Ao longo de 2022, VERO lançou músicas inéditas, como “Sina”, “Cilada”, “Ladainha” e “Errei a Dose”.


Também participou de feats com Pecaos, Furious Black, Muri e Edd. Participou, como artista selecionada, dos showcases da FIMS 2022, foi voluntária no projeto Rockcamp Curitiba 2023, onde foi instrutora de voz e oficineira de composição musical, e é vocalista no bloco de pré carnaval Caiu no Cavalo Babão.


Agora, com o EP “Amormaço”, VERO embarca em uma nova jornada criativa que culminará em um trabalho mais maduro e pessoal, onde se posiciona como uma voz de compositora e intérprete a se prestar atenção. As faixas “Fascínio” e “Errei a Dose”, de seu novo EP, já estão disponíveis nas plataformas de música.

Commentaires


bottom of page