top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Skarno traz mais uma mensagem essencial em nova faixa: "Até Logo"

A banda com referências grunge e de punk rock Skarno, comemora nesta sexta-feira (21), o lançamento do seu mais novo single, a faixa "Até Logo". O trabalho já está disponível em todas as plataformas digitais e chega pelo selo musical Marã Música.



"Até Logo" vem mais grunge que nunca, com influências do álbum "Jar of Flies", da banda Alice in Chains, do clássico "Black Hole Sun", do Soundgarden e outras faixas ditas como “baladas depressivas” neste estilo. A faixa conta com a contribuição do músico Erick na guitarra de apoio, os integrantes da Skarno Vanessa na segunda voz e bateria e Rudi Ferreira na voz, guitarra e baixo, além de um solo do músico Ariel Ataíde.


"Esta faixa nasceu por volta de 2012 com o propósito de entender o fim de ciclos, de ressignificar o que se viveu em uma história de amor ou de amizade", explica Rudi. "Por mais que exista o fim em qualquer âmbito da vida, o importante é guardar o lado saudável, mesmo que o término não tenha sido". A música "Até Logo" ganhou um novo significado em 2018, com o falecimento da mãe do vocalista. "Consegui identificar que fiz uma letra espiritualizada como homenagem inconsciente a ela, uma maneira de dizer obrigado, e que apesar de momentos difíceis, de abdicação, aprendi a lição que dar o valor as coisas simples é uma conquista que nunca perderei, e que cuidar do próximo é o caminho mais fácil para ser feliz. Assim como ela fez o todo tempo em sua trajetória por aqui", afirma o artista.


"Até Logo" chega com a mensagem de que tudo que nos propomos a fazer, devemos fazer com carinho, paixão e, acima de tudo, propósito. "Mesmo que alguma iniciativa pareça boba ou besta, saiba que está fazendo a diferença, pois existem pessoas que nem isso recebem", acredita Rudi. "Temos pouco tempo, então não tenha vergonha de dizer o que sente, e que se não for possível conquistar um objetivo material o que conta são as histórias e não um troféu empoeirado no armário. Dê tempo ao tempo, e no final verá que o caos de hoje será a risada de amanhã." O músico emenda com um lembrete: "Faça histórias, pois elas não se vendem e muito menos se compram".


Sempre incômoda (e por isso necessária), a Skarno vem mais uma vez querendo mostrar a verdadeira face das pessoas. "Tudo está muito automático, sem sentido e com efeito manada! Buscamos aflorar nas pessoas sentimentos profundos e reais", finaliza Rudi.



Comentários


bottom of page