top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Shakira, Ludmilla e Anitta conquistam números inéditos na indústria musical

A colombiana Karol G, 32 anos, está muito perto de alcançar um feito inédito: ser a primeira artista mulher a chegar ao topo da parada de álbuns dos EUA com um álbum em espanhol. "Mañana Será Bonito", o quarto álbum de estúdio da estrela, foi lançado no último dia 24 e está quebrando recordes de maior estreia de um álbum de uma artista em espanhol em todas as principais plataformas de música (superando "Motomami", da espanhola Rosalía). Além disso, a faixa "TQG", dueto com Shakira, é a colaboração feminina latina que mais rapidamente atingiu a marca de 100 milhões de views no YouTube.

Shakira, aliás, vive aos 46 anos um novo auge em sua longeva carreira, graças a seus recentes sucessos "Te Felicito", com Rauw Alejandro, "Monotonía", com Ozuna, e o onipresente "Shakira: Bzrp Music Sessions, Vol. 53", com Bizarrap, provavelmente a música mais comentada do ano até agora e que também ficou entre as mais ouvidas do Lark Player, um dos aplicativos de música mais populares da América Latina.

O mais interessante neste novo grande momento de Shakira, em comparação com os seus hits dos anos 2000, é que desta vez ela já não precisa cantar em inglês para conseguir projeção global. Um sinal dos novos tempos, sem dúvida, e que reflete a acelerada mudança demográfica nos Estados Unidos, ainda o epicentro da indústria fonográfica: quase 20% da população estadunidense já é de origem latina e/ou hispânica.



A brasileira Ludmilla, que no ano passado se tornou a primeira cantora negra da América Latina a atingir mais de 1 bilhão de streams nas plataformas de áudio, é outra mulher com planos ambiciosos para a carreira. Aos 27 anos, a brasileira está atenta para oportunidades internacionais e recentemente assinou com a WK Entertainment, empresa sediada em Miami que representa astros latinos globais como os colombianos Maluma e Carlos Vives e o estadunidense de origem dominicana Prince Royce, entre outros.

O caminho rumo ao estrelato global já está sendo trilhado por Anitta, que completa 30 anos neste mês de março. No ano passado ela se tornou a primeira artista feminina latina a chegar ao topo do Spotify com uma faixa solo, "Envolver", cantada em espanhol, e desde então faturou prêmios internacionais como um MTV Video Music Awards, e ainda foi nomeada ao Grammy de artista revelação.

Mais sobre o Lark Player

O Lark Player é um multimedia player gratuito que oferece uma experiência áudio visual perfeita e tem rapidamente se tornado um dos aplicativos mais populares em mercados emergentes como a América Latina. Com efeitos equalizadores múltiplos, o Lark Player é compatível com vários formatos de música e de vídeo e suporta fundos de tela dinâmicos, trazendo aos usuários uma excelente experiência musical em seus celulares, com uma uma interface simples e de operação bastante fácil.

De acordo com o data.ai, o Lark Player foi o terceiro aplicativo mais baixado no Brasil na categoria música/áudio em 2021. Com mais de 300 milhões de downloads na Google Play, o Lark Player é o aplicativo de música mais baixado em mais de 20 países.

O Lark Player foi desenvolvido pela Mobiuspace, que está presente em mais de 100 mercados ao redor do mundo e tem mais de 200 milhões de usuários ativos mensais globalmente.


Bình luận


bottom of page