top of page
  • Foto do escritorRedação Música Boa (SP)

Sami Chohfi lança clipe de "Take on Me", cover do hit da banda A-ha

O músico americano-brasileiro Sami Chohfi comemora nesta quarta-feira (01), o lançamento do videoclipe de sua releitura da faixa Take on Me”, hit da banda norueguesa A-ha e um dos maiores hinos dos anos 80. O vídeo, dirigido por Alexandre Suplicy, já está disponível no canal oficial de Sami no YouTube.

"Essa música é icônica e relevante até hoje e se eu fosse fazer um cover, queria que o peso da expectativa fosse proporcional à importância da faixa. Que música é mais épica que 'Take On Me' nos anos 80? Eu gosto de desafios", explica Sami sobre a decisão de escolha do hit da banda A-ha para ser o primeiro cover que lançou oficialmente como single, em 2022. A faixa foi lançada em todas as plataformas de música nos segundo semestre do ano passado e tem ganhado notoriedade em rádios no Brasil e já é uma das favoritas dos fãs de Sami.


"A música original é tão icônica que fiquei um pouco apreensivo sobre como os fãs receberiam minha versão", explica o artista."Estou tão grato que a resposta foi extremamente positiva. A rádio Antena 1, que é uma das estações de rádio mais populares de São Paulo, tocou um pouco a música desde seu lançamento nas plataformas digitais e espero que outras estações comecem a fazer o mesmo em algum momento. É sempre uma surpresa receber mensagens nas redes sociais de reações dos fãs sobre ela. Nunca pensei que tantas pessoas se identificariam tão bem com a minha versão. Acho que é porque eu trouxe uma energia diferente para esse hit, uma versão mais sombria e triste da faixa."

O músico aproveitou sua estadia no país no segundo semestre de 2022 para gravar o clipe que estreia hoje em seu canal oficial no YouTube. Filmado entre os dias 10 e 13/10 em quatro locações em São Paulo (Rabisco 2D Cafe, Ruella Bistrô, Rua Avanhandava e Travessa Dona Paula no bairro Higienópolis), o clipe foi dirigido por Alexandre Suplicy.


"Nossa ideia era lançar uma versão mais moderna de 'Take on Me', sem deixar de homenagear a genial obra-prima do A-ha", conta Sami sobre o cover do hit oitentista. "No clipe, exploramos a história de duas pessoas muito diferentes que vêm de mundos distintos e o amor os une por um dia. Queríamos teletransportar o público para um sonho. O que é o mundo real e o que é apenas fantasia? A mensagem geral do vídeo é que a vida nos oferece momentos de alegria e magia, e não devemos desprezá-los. A vida é apenas um momento precioso e fugaz, então devemos aproveitá-la. A cidade de São Paulo tem tantas joias escondidas que se encaixam na nossa visão para o clipe de 'Take on Me'. De becos que parecem uma cena de um filme feito em Paris a ruas de paralelepípedos na Itália. A cidade tem muito a oferecer. Mais importante ainda, encontramos o café Rabisco 2D que foi projetado como o efeito usado no videoclipe original e revolucionário de 'Take on Me'", completa.


Esta não é a primeira vez que Sami se une ao diretor Alexandre Suplicy. Juntos, eles já viajaram à Índia para gravar os elogiados clipes das faixas "Dirty Your Soul" e "This Majesty", ambas do álbum "Extraordinary World", que o artista lançou em 2020. "Alexandre é provavelmente a pessoa mais paciente e criativa que conheço na indústria", explica Sami. "Ele e eu somos sempre simétricos em nosso processo de pensamento e gosto que ele não tem medo de me desafiar com suas ideias. Mais importante, ele não tem medo de quebrar regras e desafiar os limites artísticos, o que nos torna muito parecidos. Ele é um mestre em seu ofício e, para ser sincero, não vejo um futuro em que ele não seja meu produtor de vídeo e também fotógrafo profissional. A menos, é claro, que eu o leve à beira da loucura um dia e ele bloqueie meu número", brinca o artista.


Depois de uma extensa turnê de 12 shows pelo Brasil no ano passado, Sami deve voltar ao país para uma outra série de apresentações em maio, agosto e dezembro e já avisa: "Eu pretendo tocar 'Take On Me' em todos os shows deste ano. Preciso preparar minha banda brasileira para cantar harmonias, já que criei muitos oohs e ahhs emocionantes para o refrão. Mal posso esperar para cantar essa música com o público brasileiro!", finaliza.

bottom of page