top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Sérgio Reis celebra 65 anos de carreira com gravação de DVD em São Paulo (SP)

Com grandes sucessos no repertório, o cantor Sérgio Reis registrou na noite da última quarta-feira (25/01), seu quarto DVD intitulado “Brasileiro - Sim Senhor”. O álbum marca as comemorações aos 65 anos de carreira do artista que é considerado o dono de uma das maiores e mais conhecidas vozes da música brasileira.



Com ingressos esgotados, a gravação aconteceu no Teatro Bradesco, em São Paulo (capital) e contou com participações especiais das duplas Mayck & Lyan, Augusto & Atílio, Matogrosso e Mathias, Di Paullo e Paulino, Padre Alessandro Campos, Renato Teixeira e do grupo paraguaio Los Castillos. Na plateia, entre os famosos, estava o ator Guito, o Tibério do remake de Pantanal – personagem interpretado por Serjão na primeira versão da novela em 1990.


Com um cenário intimista que remetia uma reunião de amigos em uma fazenda e repleto de projeções de LED, a noite teve início ao som do grande clássico sertanejo “Saudade da Minha Terra”, seguido pelos sucessos “Poeira”, “Coração de Papel”, “Menino da Gaita” e “Menino da Porteira” – canção para a qual Sérgio Reis fez questão de tocar seu imponente berrante, sendo ovacionado pelo público.

No palco, acompanhado por uma banda, uma orquestra, sua esposa Ângela e seu filho Marco Sérgio, mas conhecido por todos como Bavini, o ‘gigante da música sertaneja’ abriu a porteira para receber seus convidados, convocando os irmãos Mayck & Lyan em “Chico Mineiro”. Logo depois, foi a vez de Matogrosso e Mathias, com quem o anfitrião dividiu o microfone em “Caminheiro”. Com 46 anos de carreira, a dupla deu uma palhinha do hit “Tentei te Esquecer” e confessou que participar de um DVD do Sérgio Reis é um sonho realizado.


Ao lado de Renato Teixeira, Sérgio Reis e Bavini interpretaram “Raro” – música que eles fizeram juntos. Aqui, vale destacar que Serjão e Renato já realizaram dois DVDs, “Amizade Sincera” Volume 1 e 2, e em 2015 venceram o Grammy Latino com a segunda edição do projeto. O artista fez questão de expressar a irmandade entre eles, que além de parceiros na música, são amigos na vida pessoal e vizinhos.




Com Augusto & Atílio, Sérgio Reis encantou o público ao som de “Chalana” e com o grupo Los Castilhos, colocou todo mundo pra dançar com o grande sucesso “Guantanamera”. Já com Padre Alessandro, foi a vez de recordar o clássico “Cavalo Preto” e com Di Paullo e Paulino a alegria ficou por conta do pot-porri de “Rio de Piracicaba” e “Rio de Lágrimas”. "Estamos completando 50 anos de carreira e uma das pessoas que mais nos influenciou foi você, Sérgio Reis", declararam.


Momentos emocionantes não faltaram na noite. Di Paullo e Paulino convidaram Ângela (esposa do Serjão) para cantar “Estrelinha” e Sérgio Reis fez uma homenagem ao grande cantor e apresentador Juliano Cezar, o cowboy vagabundo – como era conhecido, exibindo um videoclipe com imagens do amigo falecido em 2019.


Seguindo com seu repertório que atravessa gerações e mostra o quanto as canções de Sérgio Reis são atemporais, ele ainda contemplou “Filho Adotivo”, “Panela Velha” e “Pinga Ni Mim”, entre outras faixas que não poderiam ficar de fora. “Só tenho mesmo a agradecer o carinho de todos que saíram do conforto de suas casas para prestigiarem esse momento tão especial. Amei estar com você essa noite”, declarou o artista ao final da gravação.

Com realização da empresa Explosion Music, o DVD tem previsão para chegar aos fãs ainda no primeiro semestre de 2023.


Comments


bottom of page