top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

+QPretas celebrou a luta e história da mulher negra brasileira em sua 2ª edição

No último final de semana, grandes mulheres referências no segmento da arte, jornalismo e música se reuniram para celebrar, exaltar e valorizar as conquistas da mulher preta brasileira no evento +QPretas. O projeto, que chegou a sua segunda edição em 2022, tem idealização da MAP Brasil, agência especializada em gestão de carreira artística, criação e estratégia. Em formato transmídia, o +QPretas teve transmissão exclusiva pelo Portal Terra Nós, média partner do evento, e apresentação de Luanda Vieira e Giovanna Heliodoro.



Abordando em seu conteúdo os pilares empreendedorismo, beleza, arte, saúde e bem-estar, o projeto apresenta ainda uma frente voltada para capacitação para mulheres negras. Julho foi o mês escolhido para acontecer o evento por celebrar o Dia da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha (25). “Queremos transformar a visão das marcas para que tenham a data dentro de suas ações de forma recorrente e genuína”, afirma Priscila Mesquita, gerente comercial do Grupo MAP.

A primeira edição do +QPretas, realizada em 2021 na Casa Mar, em Salvador, aconteceu em formato 100% digital e impactou mais de 500 mil pessoas. O momento contou com mais de 20 horas de capacitação gratuita com foco em beleza, registrando mais de 100 trancistas capacitadas. Além disso, o evento beneficiou mais de quatro comunidades, junto da contratação de 40 catadoras de recicláveis, gerando uma renda de cerca de R$ 80 mil para a população baiana.

“As mulheres negras movimentam hoje mais de 700 Bilhões por ano, o que significa 16% do consumo nacional, e ainda existe uma lacuna de produtos e serviços para atender a essa demanda específica de consumidoras”, afirma Juliana Dejesus, gerente artística e produtora executiva do Grupo MAP. Em sua segunda edição, o evento, que aconteceu no Dark Lab, em São Paulo, trouxe oito horas de programação variada, comandadas por 14 mulheres, sendo quase todas parte do casting de agenciados das empresas do Grupo MAP no mercado.



A programação do evento contou com três talks, que além da transmissão, serão lançados em formatos de podcast e videocast em plataformas de streaming. O talk com foco em empreendedorismo e arte, que é assinado pela cerveja Black Princess, rótulo do portfólio do Grupo Petrópolis no mercado, foi comandado por Luanda Vieira, e trouxe Giovanna Heliodoro, Ana Claudino e Loo Nascimento para debaterem o papel da mulher nos negócios, economia criativa, alinhado a novas narrativas de mulheres negras que buscam autonomia e sucesso, além dos desafios de se manterem no mercado.

Já o talk sobre beleza teve como mediadora Luma Nascimento, em companhia da artista Larissa Nunes, e da diretora de cena Aisha Mbikila, e explorou a autoestima da mulher preta, mostrando a beleza única que cada uma carrega consigo. E por último, Deh Bastos ministrou a conversa com foco em saúde e bem-estar, que trouxe mulheres de diferentes gerações, dentre elas Pathy Dejesus, Luanda Viera e Cris Guterres, para conversarem sobre como desenvolver uma rotina com hábitos saudáveis em meio a desafios como o da maternidade, além de abordarem sexualidade e acesso ao mundo corporativo.

Visando deixar o momento ainda mais descontraído, Jude Paulla, Pathy Dejesus, Aisha Mbikila e Yaminah Mello, que integram o time de DJs da MAP, comandaram sets exclusivos dentro da programação como um todo. E para encerrar o evento com chave de ouro, Karol Conká, Grazzi Brasil e Larissa Nunes realizaram pocket shows com grandes sucessos de suas carreiras em palco assinado pela cerveja Black Princess.

Comments


bottom of page