top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Qinhones lança o single "Água Salgada", com Bebé Salvego

Qinhones antecipa nesta sexta-feira (23/9), mais uma faixa de seu novo álbum, “Centelha”, que será lançado em 14 de outubro, via LAB 344. Evocando o soul dos anos 1970, no melhor estilo quiet storm, o cantor e compositor carioca lança o single “Água Salgada”, uma balada carnal que exala sensualidade e se ampara em referências gringas como Herbie Hancock e Teddy Pendergrass. Na canção, o artista recebe uma das vozes mais promissoras da atualidade, a cantora Bebé Salvego, ou apenas: Bebé. O dueto é recheado por arranjos vocais que tornam o clima ainda mais quente, sem cair em excessos ou perder a elegância. Qualidades que consagram o estilo que se popularizou como fuck music.



Como todas as músicas do álbum, a autoria é de Qinhones e Alberto Continentino, que também assina o arranjo e a produção musical, além de tocar baixo e sintetizadores na faixa. Juntam-se a eles Rodrigo Tavares nos teclados e sintetizadores, Vitor Cabral na bateria e André Siqueira na percussão. A mixagem é assinada por Dudinha e a masterização por Ricardo Garcia.



Recentemente, Qinhones lançou o primeiro single de “Centelha”, “O Rio Continua Rindo”, um samba-rock de groove funkeado com letra que dissimula entre exaltação ufanista e crítica ácida à cidade do Rio de Janeiro.


Qinhones é figura conhecida na cena de música do Rio de Janeiro, desde os anos 2000. Antes, conhecido como Qinho, lançou os álbuns “Canduras” (2009), “O Tempo Soa” (2012), com as participações de Mart’nália, Elba Ramalho, Botika e Amora Pêra, “Ímpar” (2015) e “Qinho Canta Marina” (2018), onde abordou as canções de Marina Lima com grande destaque, além do EP “Gota” (2021), com a participação de Mahmundi. Também atuou como produtor musical em “Amor Geral” (sob o codinome T.R.U.E.), o mais recente disco da cantora Fernanda Abreu.




Bebé é uma jovem de Piracicaba, interior do estado de São Paulo, que aos 18 anos vem chamando a atenção da cena de música paulistana e já figura em line-ups de festivais como WME, SIM SP e Primavera Sound. Desde a sua estreia, com o álbum autoral "Bebé" (2021), a cantora e compositora vem sendo aclamada como uma das grandes novidades do cenário musical brasileiro.

Comments


bottom of page