top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Patrícia Ahmaral lança o single “Que graça?”

A cantora e compositora belo-horizontina Patrícia Ahmaral está lançando o single “Que graça?”. A canção faz parte do seu primeiro álbum autoral ainda sem data para o lançamento. A música coloca à baila a observação do mundo atual pautado na profunda desigualdade social. “Até quando vamos colocar a cabeça no travesseiro e dormir tranquilamente, sabendo que milhões de pessoas no mundo vivem em estado de miséria? É muita loucura”, diz.

Este é o segundo single lançado pela cantora, antecipando faixas de seu primeiro álbum autoral a ser divulgado ainda em 2022.. O primeiro single, com a canção “Tirania”, foi lançado ainda no ano passado.


“Que graça?” tem produção musical do contrabaixista e produtor Fernando Nunes e alia mpb ao pop, em sonoridade que mescla camadas rítmicas diversas, sugerindo samba, maracatu, baião, hora de maneira mais sutil, hora mais explícita.

A faixa foi mixada por André Cabelo e conta com os músicos Bruno Santos na percussão, Fernando Nunes no violão sete cordas, no baixo fretless e nas programações eletrônicas e Rafael Mandacaru no theremin. As percussões dialogam com as cordas e programações, enquanto toda música é permeada pelos sons melodiosos e por vezes dramáticos de um theremin. O projeto gráfico da capa é de Marlon de Paula, sobre aquarela de Valéria Batista Amaral.



Versos

Nos versos da canção, Patrícia Ahmaral indaga “que graça que tem/ quem tem quem não tem nesse mundo?”. E finaliza em primeira pessoa, em inglês: “my white problems/your black pain”. Numa alusão a “White people problems”, expressão que vem sendo utilizada numa referência ao que seriam “questões banais”, “de pouca relevância”, atribuídas ao universo de pessoas de classes mais favorecidas e de pele branca, em contraponto, a “black pain”, outra expressão recentemente cunhada, mas tentando delinear a dor profunda das pessoas de pele negra, em decorrência da marginalização social e discriminação racial histórica que sofrem.

“Que graça?” é uma canção em que a compositora sai da zona de conforto para entender e reconhecer seu local de privilégio de mulher branca. “Não há mais espaço para a neutralidade. Precisamos reconhecer os privilégios herdados nesse lugar da pele branca e assumir a responsabilidade histórica que temos sobre essa faceta vexatória e terrível da sociedade que criamos, que joga seres-humanos na escória e naturaliza isso”, observa.

Cantautora

Figura conhecida e marcante na cena musical belo-horizontina e com várias participação em projetos nacionais ao longo da carreira, Patrícia Ahmaral começaou a atuar nos anos 1990, e sempre foi identificada como intérprete. A artista chegou a gravar algumas canções de sua autoria em seus álbuns anteriores, mas é a primeira vez que irá lançar um projeto totalmente autoral. O primeiro single, com a faixa “Tirania”, foi lançado em setembro de 2021. Agora, sai para contemplação do público a canção “Que graça?” e em maio está previsto o lançamento da faixa “Frida”.

Tributo a Torquato Neto

Paralelamente ao projeto com suas composições, a artista prepara, para lançar no segundo semestre de 2022, um álbum tributo ao poeta piauiense Torquato Neto. O mês de novembro, traz a efeméride dos 50 anos de morte do poeta da Tropicália. Estarão no disco canções parcerias do artista em parceria com Gilberto Gil, Caetano Veloso, Edu Lobo, Paulo Diniz, Geraldo Azevedo, Carlos Pinto, Zeca Baleiro, Chico César, entre outros. O trabalho está sendo gravado através de recursos da Lei Aldir Blanc - editais Minas Gerais.

Com mais de 20 anos de carreira, Patrícia tem três álbuns solos de estúdio lançados. O primeiro, “”Ah!”, foi produzido por Zeca Baleiro. Lançou ainda “Vitrola Alquimista” (2004), produzido por Renato Villaça e “Superpoder” (2011), produzido por Fernando Nunes.

Comments


bottom of page