top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Para homenagear o pai, Vannick Belchior lança regravação de “Como Nossos Pais”

A cantora Vannick Belchior é movida pela emoção e pelo amor. Esse é o fio condutor do seu trabalho atual que dá continuidade ao legado do pai. Completando um ano de carreira e com uma série de novidades, ela lança nesta quarta-feira uma regravação da canção “Como Nossos Pais” em todas as plataformas digitais e com direito a vídeo inédito no Youtube. A data e a canção foram escolhidas a dedo, por ela, para celebrar os 76 anos que o artista comemoraria este ano.



Entre todas as canções compostas por Belchior, essa é uma das mais importantes da música popular brasileira, e fala desse diálogo entre gerações, representando não só a história de Vannick como o momento que vivemos no país. Sem querer levantar bandeiras, a cantora quer passar essa mensagem de afeto, cuidado e conselho que a letra traz de forma tão marcante. A releitura chega cheia de sentimento e verdades para o público relembrar e se emocionar.


“Estou muito feliz em fazer essa homenagem ao meu pai no dia em que ele faria 76 anos. Essa música tem uma letra forte e é um hino. Eu tenho uma relação muito especial com essa canção, ela me toca profundamente a alma. Sinto como se meu pai estivesse conversando comigo através dela. Espero que o público e principalmente os fãs do meu pai se sintam abraçados neste dia”, comenta Vannick.


A regravação faz parte do novo álbum que a cantora lançará em breve com clássicos da obra do pai, mostrando sua contemporaneidade e dando continuidade artística e criativa ao legado do artista.





Sobre Vannick Belchior

Filha caçula de um dos maiores nomes da MPB, Vannick Belchior traz no DNA a paixão pela arte e o sangue nordestino. Aos 25 anos, ela inicia sua carreira artística, com a mesma idade em que seu pai começou a dele. Aliás, ele já dizia que ela seria cantora desde muito nova. Coincidência ou não, a música sempre pairou sua vida e o encantamento por esse universo também floresceu no coração. Ela sabia que em algum momento da sua existência, o amor pela arte falaria mais alto.


Durante um tempo esse sentimento ficou adormecido e ela partiu para outros caminhos. A menina cresceu e ingressou na faculdade de direito. Segundo a cantora, em 2021, após a formatura, decidiu seguir essa “Selvageria da Alma”, quando a vida apontou uma direção, a qual sentiu necessidade de trilhar nesse novo caminho. Seguindo seus instintos e sua ancestralidade, a cantora percebeu que era o momento de dar continuidade artística e criativa à voz do pai. Em 2022, lançou seu primeiro EP “Das coisas que aprendi nos discos”, lançado em agosto.

Comments


bottom of page