top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Grammy Latino acerta em premiar Chitãozinho & Xororó na categoria Melhor Álbum de Música Sertaneja

Na última quinta-feira (18), em cerimônia realizada em Las Vegas, foram anunciados os vencedores do Grammy Latino 2021. Na categoria Melhor Álbum de Música Sertaneja, a dupla Chitãozinho & Xororó levou o gramofone para casa com o belíssimo “Tempo de Romance”. Essa foi a quinta vez que os sertanejos foram premiados com o Grammy, mas o que chamou atenção foi a repercussão, de certa parte negativa, por parte do público, pelo prêmio recebido pela dupla. Isso porque a expectativa da grande massa era de que o álbum “Patroas”, fruto da parceria da saudosa Marília Mendonça com as talentosas Maiara & Maraisa, levasse a premiação.


Para argumentar de forma contrária, os internautas utilizaram argumentos rasos do tipo “ninguém ouviu essas músicas”, “Chitãozinho & Xororó não fazem sucesso com músicas novas há muitos anos”, “nossa, mas o álbum das Patroas tem muito mais visualizações”, etc.

Para início de conversa, muitas dessas pessoas não sabiam sequer que o álbum que concorreu ao Grammy foi o lançado no ano passado e que explodiu algumas músicas como “Quero Você do Jeito Que Quiser” e “Coração Bandido”. A maioria achou que o álbum que estava concorrendo à categoria era o recente “35%”, lançado pouco antes da trágica morte de Marília.

Chitãozinho & Xororó venceram a categoria com muita justiça e propriedade. O único álbum que também concorreu à categoria e poderia ameaçar a vitória de “Tempo de Romance”, era “Pra Ouvir no Fone”, de Michel Teló, que assim como o da dupla, tem características de músicas que se completam e conversam umas com as outras.

As pessoas precisam começar a entender que números, alcance e engajamento não são critérios avaliados pela academia. Somente conteúdos relacionados à música e produção são levados em consideração. Para avaliar a popularidade de artistas, já existem votações populares e afins.

O álbum “Patroas” teve grande parte de seu repertório dedicado à regravações de clássicos da música sertaneja, diferente do recém-lançado “35%”, que contém somente músicas inéditas e extremamente originais. Pela qualidade apresentada, tanto na produção, concepção e repertório, com certeza este mais recente estará concorrendo ao Grammy 2022

O grande destaque de “Tempo de Romance” fica por conta de “Meu Terceiro Cachorro”, tanto na composição, quanto nos arranjos. A curiosidade é que a música foi composta por Xororó, Hudson (Edson & Hudson), Vitor Cadorini (filho de Edson e sobrinho de Hudson), além dos já conhecidos Alex Torricelli e Cristian Luz.

Kommentare


bottom of page