top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Nando Reis fala sobre amizade com Cássia Eller

Não há como falar da trajetória de Nando Reis sem mencionar Cássia Eller, tampouco falar da carreira de Cássia sem citar Nando. Contemporâneos, os músicos se encontraram no final dos anos 1990 e deram início a uma parceria que marcou suas respectivas carreiras. No terceiro episódio de Lugar de Sonho, podcast narrativo gravado pelo músico durante a pandemia e lançado em junho, Nando relembra momentos importantes da relação com a artista e apresenta uma gravação inédita, caseira, que registrou o primeiro encontro musical entre os dois. O capítulo vai ao ar na próxima segunda-feira, 10 de julho, nos principais tocadores do país.


Ainda que viessem a se tornar grandes amigos, a primeira vez que se cruzaram não pareceu bem sucedida, ao menos para Nando. A apresentação de ambos rolou na casa da cantora Marisa Monte, onde ele apresentaria algumas composições à Cássia. "E foi um encontro inesquecível, porque a Cássia entrou, falou oi, ligou seu gravador e eu toquei as músicas. Quando acabou, ela desligou o gravador e [deu] tchau, foi embora. Ela não expressou nenhuma reação exatamente", comenta o artista.

Mais tarde, quando a amizade evoluiu, Nando se deu conta de que aquela retração aparente nada tinha nada a ver com o fato de Cássia ter gostado ou não de suas músicas. Apesar de uma personalidade potente, a cantora era tímida em sua vida particular.

No podcast, Nando também fala da primeira vez que tocaram juntos. Ele estava no Rio de Janeiro com amigos e se propôs a mostrar a eles algumas das músicas novas que tinha rabiscadas num caderno que levava consigo para todo canto. Na ocasião, estava acompanhado pelo baixista Fernando Nunes e pela percussionista Lan Lahn, amiga de Cássia, que acabou levando-a para o encontro do grupo na casa do baterista Renato Massa, em Santa Teresa.

"Eu também tinha, naquele momento, um gravadorzinho Sony, com microfone estéreo. Nessa noite nós começamos a tocar, eu mostrando as músicas para eles, com o gravadorzinho aberto ali no centro", conta.

Depois da noitada, Nando foi ouvir os registros e notou que havia um outro violão para além do seu. Era Cássia, que o acompanhava, sem que ele tivesse percebido no instante da gravação. "Um dos violões ao fundo é a Cássia, justamente no momento que nos encontramos e nos descobrimos", comenta, ao som do primeiro registro de O Meu Mundo Ficaria Completo (Com Você).

A música, inclusive, estaria no álbum seguinte da artista, produzido por Nando, tal como os dois posteriores – o Acústico MTV e Dez de Dezembro, este lançado quase um ano após a morte da cantora, quando completaria 40 anos de idade. O álbum guarda músicas inéditas de Nando, como No Recreio, sobra das gravações do primeiro disco em que trabalharam juntos, e All Star, canção que trata da relação dos dois e que Cássia havia incorporado em sua turnê anterior.

"As nossas conversas foram determinantes para que eu conhecesse o gosto dela e para que começássemos a falar sobre repertório. Ficávamos lá, falando a noite inteira, muitas vezes só nós dois, [por] horas... Havia um encantamento entre nós dois porque eu identifiquei traços de semelhanças nas nossas personalidades, que criaram esse ambiente de afinidade e onde ela deixou a retração de lado. A Cássia, para além de tudo, é uma pessoa muito engraçada, extremamente inteligente. Sensível, mas com um humor…", relembra.

A série Lugar de Sonho foi gravada em Jaú, no interior de São Paulo, numa fazenda que pertence à família de Nando há gerações e onde ele passou parte da pandemia com seus filhos, servindo como ponte entre passado e presente. As lembranças de Nando são costuradas por gravações de entrevistas e material de seu arquivo pessoal inédito para o público. O podcast está disponível nas principais plataformas de streaming do país.

bottom of page