top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Moyseis Marques lança single em homenagem à cultura de matriz africana


Sexta-feira, dia 25 de novembro, Moyseis Marques lança o single “Na Matriz” nas plataformas de streaming, via Biscoito Fino. A canção é um baião denso, bem marcado pela zabumba, que remete ao início da trajetória profissional do cantor e compositor. O single é o embrião do projeto que Moyseis prepara para 2023 e ganha videoclipe, com estreia marcada para o dia 25, no canal da Biscoito Fino no Youtube.



Na Matriz é meu novo xodó, pois conecta espiritualmente minhas andanças com meus objetivos. É um agradecimento à cultura negra e afro-brasileira, à cultura de matriz africana, onde finquei profundas raízes e colhi muitos frutos. Depois de 23 anos de estrada, me sinto cada vez mais seguro para dizer o quero e como quero, em forma de canção”, pontua Marques, revelado no circuito noturno do bairro da Lapa, no Rio de Janeiro, no início dos anos 2000.

O arranjo é de Rafael Mallmith, com quem Moyseis Marques já soma quase duas décadas de entrosamento, e a melodia de Rudá Brauns: “Parceiro de música e capoeira, Rudá estendeu confortavelmente a rede na varanda para que eu ‘deitasse o cabelo’ nessa letra- homenagem”, define Marques.


Foto: Elena Moccagatta

Na gravação do single, Moyseis (voz, violão de 6 cordas e berimbau) recebe um coro especialíssimo de vozes negras, formado por Nego Álvaro, Nina Rosa, Maria Menezes e Luciana Oliveira. O time de músicos reúne Rudá no bandolim; Gabriel Guenther na bateria, Julio Florindo no baixo, Paulino Dias no triângulo, congas, pandeiro, ganzá e agogô; Ana Paula Cruz na flauta e Daniel Karin na zabumba.

No sábado, 26 de novembro, o videoclipe que registra a gravação de “Na Matriz” estreia no canal da Biscoito Fino no Youtube. “Fiquei muito satisfeito com o resultado. O clima do estúdio, as negras mãos e vozes somando, a presença feminina maciça na estrutura musical e de produção, a sensibilidade da equipe da Tenda do Grilo, que captou nuances e olhares que me levaram às sinceras lágrimas ao final do primeiro e único ‘take’ de voz. Agora só falta o público gostar e abraçar”, finaliza Moyseis Marques.

Comments


bottom of page