top of page
  • Foto do escritorKaelaine Olive

MARIANNA conta história de amor próprio no clipe “Nada Vai Ser Como Antes”

MARIANNA, revelação do pop nacional, lança o clipe "Nada Vai Ser Como Antes”. A faixa fala sobre o fim do amor e da vontade de lutar por si mesma com o caldeirão de influências, que passam do alternativo ao R&B, flertando com a house music. O vídeo, dirigido pelo Duo Dois Pontos, composto por Vitin Allencar e Bruno Arrivabene, foi gravado inteiramente em um apartamento com repetições de imagens evidenciando a presença e a ausência da pessoa amada. A dupla já trabalhou anteriormente com MARIANNA nas produções “Meu Vício É Você” (versão do clássico de Alcione elogiada pela própria Marrom) e MARIANNA: Ao Vivo, lançados em 2022.


“Trazer a narrativa desse casal para uma única geografia nos proporcionou as possibilidades de explorar esse término de forma sinestésica. O sentimento de deixar ir, entender que por mais que a memória seja familiar, já não somos os mesmos. Aquela geografia apesar de ser a mesma, se torna outra depois que aquela pessoa foi embora. Isso é muito rico em termos de possibilidades visuais. A repetição faz parte do processo de deixar ir. Se empoderar da decisão e aceitar”, contam os diretores.



Desde o EP de estreia Não Posso Te Esperar, lançado em setembro de 2023, MARIANNA se consolidou como uma promessa no cenário pop nacional, combinando pop, R&B e funk carioca com letras profundamente pessoais e uma produção visual sofisticada, assinada por Leandro Rial (ex-Rede Globo). Antes do EP, MARIANNA já havia chamado atenção com os singles autorais "Deixa Ir" e "A Culpa é Sua"; e neste ano, apostou em influências diversificadas, do house ao jazz, como mostrado em “Por Uma Noite Só” e “Me Deixa Lembrar”, parceria com Sylvia Nazareth. Agora ela quer se comunicar com o público de modo extremamente direto e pessoal, levando as suas emoções para as memórias dos ouvintes, e expandir a experiência dos shows ao vivo.


“Já tem um tempo que fizemos essa música e ela virou um mantra pra mim, tenho certeza que a partir dela nada vai ser como antes. Já me sinto uma pessoa mais forte por colocar ela no mundo. Ela representa um momento em que estou me descobrindo em outros ritmos, criando de uma forma mais livre e me sentindo mais confiante sobre a arte que quero compartilhar com as pessoas”, conta MARIANNA.

Comments


bottom of page