top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Margareth Reali lança canção “Bodas”, de Chico Amaral

A cantora, compositora e produtora Margareth Reali, conhecida como intérprete de grandes compositores do "Clube da Esquina", acaba de anunciar seu mais novo single: a releitura da canção "Bodas", de Chico Amaral, autor de alguns dos maiores sucessos do Skank, como “Pacato Cidadão” e “Garota Nacional”, parcerias com Samuel Rosa.



O single integrará o EP “Margareth Reali”, a partir do dia 27 de janeiro de 2023, em todas plataformas digitais, pela SELIM, selo do empresário Alexandre Ktenas, com distribuição ADA/Warner.


A faixa foi gravada no Studio71, em Belo Horizonte, sob a produção e arranjo do pianista Christiano Caldas, além de contar com a participação dos músicos Lincoln Cheib, na bateria, Eneias Xavier, no baixo, e a participação especial do guitarrista Torcuato Mariano.


Foto: Murilo Medina

SOBRE MARGARETH REALI

Margareth despontou em sua carreira de intérprete em 1996, após ser descoberta pelo saudoso diretor e produtor musical Fernando Faro.


Antes disso, já atuava com música desde os 14 anos e, após estudar canto lírico, chegou a participar de óperas e concertos eruditos. Seu primeiro CD "Ondeo céu azul é mais azul" (1998) contou com arranjos de grandes músicos como Cristóvão Bastos, Amilson Godoy, Sérgio Dias (Mutantes) e Natan Marques. Em 1999, estrelou o programa Ensaio, da TV Cultura, onde foi apresentada como "uma das vozes mais bonitas do Brasil".


De 2002 a 2008, realizou turnês pelo país com o show "Portal de Minas". Paralelamente, atuou em outros projetos especiais, entre eles o especial "90 anos de Vinicius", onde teve a honra de dividir o palco com Toquinho. Também passou um período na Europa, apresentando-se em Paris e na Holanda. Em 2007, lançou o segundo álbum "Um trem para o sonho - As canções de Nivaldo Ornelas” e depois idealizou os projetos "Divas" e "Vintage", nos quais performou canções dos anos 50 e 60, em shows pelo Brasil.


A partir de 2010, passou a se dedicar totalmente ao universo da produção e tornou-se reconhecida por investir na volta aos palcos do grupo Som Imaginário, do maestro Wagner Tiso, além de promover artistas como Eumir Deodato e Romero Lubambo.


Sua paixão pelo canto a fez voltar aos estúdios em 2020, com o convite de Torcuato Mariano para interpretar o single "I Say a Little Prayer", uma versão bossa-nova do sucesso de Aretha Franklin.


Agora, Margareth continuará trabalhando no lançamento dos singles de seu EP homônimo, que transita entre a MPB e o Pop.


As canções que já foram lançadas foram "Sentinela", de Milton Nascimento e Fernando Brant, e a faixa bônus autoral "Lua de Sangue".


Com Christiano Caldas, Linconl Cheib, Beto Lopes e Tattá Spalla estreou em dezembro passado, o show "Sentinela do Futuro", uma homenagem a Milton Nascimento e os outros compositores mineiros.

Comments


bottom of page