top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

KAYODE leva sua arte para dentro dos Museus de São Paulo

Após o lançamento do aclamado álbum “Flow da Pele” (Virgin), o artista Kayode segue colhendo os frutos de seu trabalho minucioso e estruturado. Em fase inicial de divulgação do disco, o artista apresentou três episódios curtos contando um pouco do que o levou a criar a obra. E foi justamente o segundo capítulo deste material, intitulado “Espelho”, que chamou a atenção do Museu das Favelas em São Paulo.



O capítulo trata sobre uma conversa íntima entre o artista e o espelho, seus questionamentos sobre o que queria trazer para dentro do álbum e como, no espelho, ele conseguia se comunicar com a voz ancestral de sua mãe, Dona Ana, que ecoava a frase “Você pode mentir para todo mundo, menos para si mesmo”.


Crédito: Felipe Vieira

O Museu das Favelas, que está instalado no Palácio dos Campos Elíseos e será inaugurado em São Paulo no próximo sábado (26/11), convidou Kayode para criar uma versão sonora desta obra para o Salão dos Espelhos.

Comments


bottom of page