top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Jovem promessa da nova MPB, Bea Carneiro lança “Fantasmas”

Nesta sexta-feira (14), Bea Carneiro lança sua carreira através de “Fantasmas”, que chega pelas principais plataformas de áudio - ouça aqui. A faixa abre os trabalhos da artista pela Sirius Lab Studio, gravadora independente de Niterói,


“Fantasmas” traz versos que falam sobre os sentimentos que permeiam a vida como a raiva, a ingratidão e a insegurança. Tais sentimentos são representados pelos fantasmas que perseguem e que colocam cada pessoa diante de seus problemas.


“É importante reforçar que fugir dos nossos fantasmas, dos nossos medos ou de nós mesmos traz consequências piores do que, de fato, encará-los. Eu termino a canção cantando que ‘eu sinto tanta mágoa, isso me amarra, nesses meus fantasmas que eu preciso conviver’. Precisamos nos permitir ficar cara a cara com as nossas dores, para entender que dentro disso, existe a gente”, explica Bea Carneiro.


Foto: Marco Guida

Já sobre a sonoridade de “Fantasmas”, Bea Carneiro conta que sempre enxergou sua música próxima ao novo MPB, com uma pegada alternativa.


“Amo samba. Piano. Violino. Não recuso uma batida. Cresci escutando forró, funk, pagode e samba. Geralmente, as minhas composições são melancólicas, mas penso sempre em trazer batidas mais gostosas e envolventes, tipo Gilson e Liniker. Inclusive, tenho bastante composições estilo sexy song”, explica Bea que ainda destaca que “Fantasmas” é uma obra de cura.


“Fantasma reflete uma sociedade adoecida por gerações e por grandes eventos atuais. É uma obra que ensina a olhar para dentro e a entender suas dores, e não fugir”, completa a jovem artista.

Comments


bottom of page