• Guilherme Moro

Inffinito Film Festival terá filme sobre Pixinguinha e show de Adriana Calcanhoto

O Inffinito Film Festival, maior e mais importante festival de cinema brasileiro realizado no exterior, chega à sua 26ª edição. De 10 a 25 de setembro, serão exibidas nos Estados Unidos, em formato híbrido, cerca de 70 produções brasileiras, todas inéditas nos Estados Unidos (lista completa abaixo). O festival começa com um evento ao ar livre em Miami e marca a volta da mostra competitiva presencial, com exibições no MDC’s Tower Theater Miami, e show de Adriana Calcanhotto no Miami Beach Bandshell. As já tradicionais mostras virtuais, disponíveis para o público americano, reúnem 57 filmes, sendo 10 documentários e 19 curtas em competição, e 28 em mostras paralelas. De Porto Rico ao Alasca, os filmes serão exibidos através da primeira plataforma internacional de streaming dedicada exclusivamente ao audiovisual brasileiro.


O evento contará com a presença dos atores, diretores e produtores convidados do 26º Inffinito Brazilian Film Festival, entre eles os atores Eduardo Moscovis e Bárbara Paz, diretores Denise Saraceni, Lô Politti e Gustavo Rosa, produtores Debora Ivanov, Laís Bodanzky e Carlos Moletta, além de jornalistas, patrocinadores e convidados.

O Inffinito Film Festival teve início em 1997 quando Adriana L. Dutra, Cláudia Dutra e Viviane Spinelli idealizaram o Brazilian Film Festival em Miami, no ano em que foi promulgada a Lei do Audiovisual, que tirou as produções nacionais da estagnação e impulsionou no Brasil o movimento da Retomada. De lá para cá, elas realizaram 88 festivais em 13 cidades no mundo: Nova York, Vancouver, Londres, Roma, Madri, Barcelona, Frascati, Milão, Buenos Aires, Montevidéu, Bogotá, Canudos e Miami, e exibiram mais de dois mil filmes nacionais para um público de mais de dois milhões de pessoas.


Cerimônia de encerramento e premiação (17/09) terá show de Adriana Calcanhoto. Foto: Leo Aversa

MÚSICA E CINEMA EM MIAMI - A noite de abertura será no dia 10 de setembro, no New World Center (NWC Soundscape Park - 400 17th St, Miami Beach, FL 33139), em Miami, com entrada gratuita e apresentação musical do Instituto Flauta Mágica, que ensina balé, canto e flauta doce a crianças da periferia de Cuiabá/MT, há 24 anos. Após a apresentação, o público assistirá ao consagrado filme Pixinguinha, um Homem Carinhoso, dirigido por Denise Saraceni e Allan Fiterman e estrelado por Seu Jorge e Taís Araújo. Veja o trailer oficial do filme.

CURADORIA - A curadoria de longas do Inffinito Film Festival é composta pela cineasta, documentarista e diretora do Circuito Inffinito Adriana L. Dutra e pelo crítico de cinema Ricardo Cota. A produtora audiovisual Malu de Martino assina a curadoria de documentários e a produtora Laura Fernandes, a de curtas-metragens, junto com Adriana L. Dutra.

MOSTRA COMPETITIVA DE LONGAS - De 11 a 16 de setembro, a Mostra Competitiva de Longas-Metragens acontecerá no Tower Theater Miami (Tower Theater Miami - 1508 SW 8th St, Miami, FL 33135). A diversidade de temas e estilos confere à seleção de longas em competição um ar de panorama do Brasil contemporâneo. O país vive um momento de imersão nos próprios problemas, que vão de crises existenciais (“Por que você não chora?”) e familiares (“Sol”) às lutas particulares de mulheres (“Mar de Dentro”) e negros (“Medida Provisória”). Os gêneros também se estendem da comédia rasgada (“Bem-vinda a Quixeramobim”) a retratos de personalidade tão distintas quanto as do músico Pixinguinha (“Pixinguinha, Um Homem Carinhoso”) e a do empresário Eike Batista (“Eike - Tudo ou Nada”). Na mostra paralela, os cinco filmes selecionados mantêm o tom de pluralidade, sobretudo estética, exibindo obras que dialogam com o teatro (“Antígona 442 A.C”), a memória (“Doutor Gama”), a literatura (“O Auto da Boa Mentira”) e a luta constante por reconhecimento ancestral dos povos indígenas (“Rama Pankararu”). São filmes que oferecem ao espectador uma oportunidade única de conhecer os problemas, mas sobretudo a riqueza cultural do Brasil, país que encontra na arte a sua mais completa tradução.

PREMIAÇÃO E SHOW DE ADRIANA CALCANHOTTO - A cerimônia de encerramento e entrega do Troféu Lente de Cristal ao Melhor Filme escolhido pelo público será no dia 17 de setembro, no Miami Beach Bandshell (Miami Beach Bandshell - 7275 Collins Ave, Miami Beach, FL 33141), com apresentação da banda Johnny’s às 6:00 PM, seguida do filme Amazon/Amazônia, de Thierry Ragobert, às 7:00 PM e do show Adriana Calcanhotto In Concert, às 8:30pm.MOSTRA VIRTUAL -- De 10 a 25 de setembro, a programação para todo o território americano acontecerá na plataforma Link. Em oito salas virtuais, serão exibidos 57 filmes, sendo 10 de competitiva de documentário, 19 de competitiva de curta-metragem, 28 de mostras paralelas. A programação completa está disponível no site.

HOMENAGEM A DEBORA IVANOV - O 26º Inffinito Brazilian Film Festival homenageia com uma mostra especial a produtora Debora Ivanov, responsável pela produção de mais de 60 filmes brasileiros. Advogada de formação, ela foi diretora do Sindicato da Indústria do Audiovisual do Estado de São Paulo e integrou o Conselho Consultivo da SPCine. Fundou em Santos o Instituto Querô, ONG voltada para jovens de baixa renda da região portuária de Santos que promove capacitação na indústria audiovisual. Em 2000, tornou-se sócia da produtora Gullane e produziu dezenas de filmes, entre eles “Que Horas Ela Volta?”, “Até Que a Sorte nos Separe”, “Uma História de Amor e Fúria”, entre muitos outros. Foi nomeada diretora da ANCINE em 2015. Em 2017, assumiu a presidência da Agência até 2020.

DOCUMENTÁRIOS - O tamanho do Brasil é proporcional à diversidade de temas que perpassam as histórias que os documentaristas submeteram a esta seleção. A multiplicidade foi tanta, que a curadoria resolveu propor recortes para poder levar, ao público, um panorama mais amplo do que compõe a safra recente de documentários de realizadores brasileiros. À já consolidada mostra competitiva se somaram outras: a “Ritmos do Brasil”, que viaja pela pluralidade da música brasileira, e a “Brasil Urgente”, que ressalta tópicos que não podem sair da pauta nos nossos dias.