top of page
  • Guilherme Moro

Giulia Be e Luísa Sonza se apresentam no Latin Grammy Acoustic Sessions 2022

Um verdadeiro encontro de gerações! O Latin Grammy Acoustic Sessions 2022 apresenta um tributo em homenagem a cantora Rita Lee, comandado pela indicada ao Latin GRAMMY Giulia Be, juntamente com Manu Gavassi, Agnes Nunes e Luísa Sonza, indicada na categoria Melhor Álbum Pop Contemporâneo de Língua Portuguesa do 23ª Latin GRAMMY, com participação especial também de Paula Lima.



A performance completa, que reúne clássicos de uma das maiores referências do mundo musical para o Brasil, acaba de ser lançada nas páginas do Facebook da Academia Latina da Gravação e das artistas.

Gravado em São Paulo, a apresentação veio de encontro com a homenagem que Rita Lee receberá com o Prêmio de Excelência Musical (Lifetime Achievement Award). A direção musical do encontro ficou por conta de Zé Ricardo, conhecido pelo planejamento do Palco Sunset, lugar de grandes encontros dos mais variados gêneros, no Rock in Rio.

"Para mim, Rita Lee é uma grande inspiração enquanto mulher e poeta, além de ser também um símbolo da música brasileira mundo afora. Este projeto foi um desafio que aceitei com muita honra, além de ter sido uma experiência muito prazerosa. Unir apenas artistas mulheres brasileiras para liderar essa celebração é um reflexo dos novos tempos e o começo de um reconhecimento muito merecido para Rita e futuramente para muitas outras mulheres que ocupam diversos espaços na história da nossa música”, comenta Giulia Be, indicada ao Latin Grammy 2021.

Giulia tem acumulado cada vez mais conquistas em sua carreira. Começou o ano sendo uma das 10 artistas mais assistidas no YOUTUBE PORTUGAL. Na sequência, fechou contrato editorial com a Sony Music Publishing, que dá mais liberdade para a cantora publicar suas canções nos três idiomas, sendo português, espanhol e inglês. Prestes a estrear como atriz no filme “Depois do Universo” (“Beyond the Universe”), da Netflix, no qual atuou como protagonista, GIULIA se dublou em inglês para a versão que também estará disponível globalmente na plataforma. Unindo seu lado musical, a artista ainda produziu duas músicas - em português e em inglês - para a trilha sonora do longa, que chega no dia 27 de outubro na plataforma de streaming.



Já Luísa Sonza, comenta: “Falar sobre sexo, sobre a liberdade de ser quem somos numa época ainda muito conservadora sem dúvidas foi um marco num ambiente musical totalmente masculino, e que até hoje enfrentamos muitos obstáculos. Lá atrás, a Rita Lee já nos ensinava e hoje segue nos ensinando com toda sua história, força, e talento. Trazer nossa arte como forma de transformação para tantas mulheres, assim como Rita, me inspirou e é um dos meus grandes objetivos. Apenas uma premiação como o Grammy consegue unir artistas de épocas diferentes de uma forma tão especial. É importante essas gerações conversarem para mostrar ao público como encaramos nosso trabalho hoje, em relação a como era ontem. Não devemos nunca abandonar nossa autenticidade e isso é algo que grandes artistas como a Rita Lee eram mestres em explorar.”

Luísa concorre na categoria Melhor Álbum Pop Contemporâneo de Língua Portuguesa na edição do Grammy deste ano. Seu último projeto, “Doce 22”, foi responsável por entoar diversos sucessos pelo ano que ficaram na cabeça e no coração do público.

bottom of page