• Guilherme Moro

Gabriel Aragão (Selvagens à Procura de Lei) antecipa EP solo com single “Se você quiser”

Nome de referência no indie rock nacional junto à banda Selvagens à Procura de Lei, o cantor, compositor e escritor cearense Gabriel Aragão segue mostrando outros sons que compõem seu repertório em uma sequência de lançamentos. Depois de uma trilha sonora instrumental - para o premiado filme “Malhada Vermelha” - e do single “Dia Cheio”, Gabriel lança a inédita “Se você quiser”, onde sela sua maior proximidade da MPB em uma composição escrita a quatro mãos com a cantora Roberta Campos.


A nova canção soma à estética inspirada pelo folk e pela MPB que vem marcando os últimos lançamentos de Gabriel Aragão. Sempre inspirado pela poesia do cotidiano, ele vai aos poucos mostrando seu primeiro EP solo, “ABRECAMINHOS”, a ser lançado em breve.


“Durante a pandemia, me abri para testar algumas coisas que nunca tinha feito antes como compor com outras pessoas para além do meu círculo íntimo dos Selvagens à Procura de Lei. A banda foi uma escola por 10 anos, onde aprendi bastante sobre o poder de se criar algo junto de um parceiro especial. Então, quando bateu aquela fome de compor novidades, pessoas queridas e desconhecidas pipocaram na minha cabeça. Uma figura em especial me fez dar o primeiro passo: a Roberta Campos”, recorda Gabriel, que conheceu a cantora em 2018 durante a gravação do single “Jamoga - Acústico”, uma colaboração entre os Selvagens e Roberta. Nos anos seguintes, encontros em shows da banda para reprisar a parceria nos palcos e também nos bastidores de programas de TV ajudaram a selar essa amizade.



Durante o auge da pandemia em 2020, Gabriel retomou o contato com Roberta Campos para convidar a escreverem algo juntos. Pouco tempo depois, ela já enviou uma primeira melodia, dando o pontapé inicial em uma sequência de canções escritas em parceria.


“Sempre valorizei esse tipo de parceria onde um autor deixa algo pela metade e o outro pode finalizar com liberdade. Então, quando convidei o Paul Raphes para produzir o EP junto comigo, já tínhamos uma ou outra coisa rabiscada e uma delas era ‘Se Você Quiser’. No começo, uma música delicada de amor. Da minha parte, refleti bastante sobre os relacionamentos durante a pandemia, os muitos casais que se separaram, aparentemente pela descoberta do que de fato é estar 24 horas junto, e, também, sobre os muitos casais que decidiram seguir em frente. Em comum, sinto que todos passaram por um ‘Se Você Quiser’, um momento na vida a dois em que é preciso parar a rotina e decidir por qual caminho trilhar”, analisa Aragão.



Esteticamente, a intenção foi a de aproximar a música de uma roupagem com violão de nylon. Liricamente ela também tem um papel importante em toda a narrativa do EP. “ABRECAMINHOS” se utiliza do mar, seja subjetivamente ou explicitamente - como é o caso do clipe “Dia Cheio”. Não aconteceu diferente em versos como “meu barco espera à beira do cais”, ou “o vento sopra teus segredos / na frente do espelho / que se formou no mar”. O verso “velhos caminhos, novas portas” por pouco não se tornou o nome de todo o EP.

Posts recentes

Ver tudo