top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Gaê lança balada dramática ‘Abrir-Se’ em parceria com Renato Enoch

Composta como uma guarânia, mas arranjada com todo o drama de uma balada, com mesclas de jazz e um toque latino. Essa é a descrição sonora de “Abrir-Se”, próximo single do artista brasiliense Gaê, em parceria com o mineiro Renato Enoch, que será lançada na sexta-feira (11), em todas as plataformas digitais.


A letra, que traz a concepção de encontrar-se no outro, é de autoria de Antônio Umberto de Souza Junior, pai de Gaê. “Essa canção fala de entregar-se, de se arrepender depois, de ser intenso e contraditório, e estar confortável assim”, comenta o cantor.

“Abrir-Se” faz parte do primeiro álbum do músico, que será distribuído a partir do mês de março. “Essa foi uma das últimas músicas a entrar no disco. Ela parecia um compêndio de várias imagens que estarão nele: a chuva, a rua, as esquinas e, principalmente, a cidade”, revela.



Com produção musical de Cauê Lemes, os vocais intensos e complementares dos dois artistas são adicionados a um arranjo orgânico e crescente. O artista Renato Enoch comenta que o convite lhe trouxe uma oportunidade. “Senti que era a possibilidade de gravar algo um pouco diferente do que eu estava acostumado, mas que ainda trazia elementos que me lembram a música mineira”, conta.


PARCERIA

Tal oportunidade é mais uma parceria musical para a conta da amizade de Gaê e Renato Enoch. Juntos, já fizeram versões de “Clube da Esquina n.2”, de Milton Nascimento e Lô Borges e “Amor de Índio”, de Beto Guedes. “Ele tem uma voz sem igual e canta com uma intensidade que é de poucos. Queria muito tê-lo no álbum, então refizemos o arranjo algumas vezes para ter certeza de que ele se veria representado e confortável em estar comigo na canção”, declara Gaê sobre o amigo.

A ligação dos músicos surge a partir da disponibilidade e disposição recíprocas. “Renato foi o primeiro ‘cara’ na música que eu disse ‘vamo’ e ele foi. Tenho muito orgulho do que já fizemos juntos e fico feliz de ter surgido, em meio a isso, uma amizade também”, finaliza.


SERVIÇO

Gaê lança o single “Abrir-Se”, em parceria com o músico Renato Enoch, nesta sexta-feira (11), em todos os aplicativos de música.


+ SOBRE GAÊ

O brasiliense Gabriel Estrela – hoje, conhecido como Gaê – começou a vida artística em Brasília, no teatro musical. A projeção nacional veio em 2015 quando lançou o projeto “Boa sorte”, espetáculo teatral sobre a experiência do ator ao ser diagnosticado com HIV. A peça colocou sua história em voga e o levou a se dedicar a trabalhos sobre saúde sexual.

Ele começou a fazer piano quando tinha 11 anos e a cantar aos 13. Em 2011, já trabalhava com teatro musical. Posteriormente, o trabalho com saúde sexual cresceu tanto que o trabalho artístico ficou em segundo plano. Mas, após quatro anos nessa causa, o artista resolveu voltar ao mundo artístico investindo na carreira de cantor e compositor com o projeto intitulado Gaê, que teve início em 2019, com o lançamento da primeira música, “Ipê Amarelo”, no programa Conversa com Bial.


Em 2020, lançou o single “Onde está a estrela?” gravado em parceria com o mineiro Bemti e escrita pelo pai de Gaê, Antônio Umberto de Souza Jr. A faixa celebra a parceria com Bemti que, junto de Cauê Lemes, produziu os dois primeiros singles do cantor em 2019.

A música foi o pontapé para o primeiro CD, que acabou tendo o lançamento pausado devido à pandemia de coronavírus e será lançado somente agora, em 9 de março de 2022 – aniversário do cantor. Outra canção que compõe o álbum e já foi lançada em 2020 é “Geladeira”. Com o próximo single “Abrir-Se”, que será lançado em 11 de fevereiro em parceria com o cantor e compositor Renato Enoch, o artista finaliza os lançamentos que antecedem a chegada do álbum “Eu Não Quis Dizer Isso”.


Comentarios


bottom of page