top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Fresno e Pabllo Vittar criam banda fictícia no videoclipe de "Eu Te Amo / Eu Te Odeio (IO-IO)"

Estamos nos anos 80 e, em um galpão, a banda F.P.V faz a sua primeira aparição. Qualquer semelhança dos integrantes com Fresno e Pabllo Vittar não é mera coincidência: Lucas Silveira (voz e guitarra), Vavo (guitarra) e Guerra (bateria) convidaram Pabllo Vittar para ser a frontwoman deste novo conjunto criado especialmente para o videoclipe de “Eu Te Amo / Eu Te Odeio (IO-IO)”.



O audiovisual, delineado visualmente nas cores preto e branco, tem influência nos registros analógicos de grupos de hardcore daquela década, chega ao canal de YouTube do trio no dia 25 de abril e faz parte do álbum recém-lançado Eu Nunca Fui Embora


“É um som um mais bem-humorado do que o normal da Fresno, mas, ao mesmo tempo, tem peso, tem uma sensualidade ali”, resume Lucas. Dirigido pelos irmãos Keops e Raony, vocalistas do MEDULLA, o clipe carrega a aura transgressora de um misto de Washington com ABC Paulista dos anos 80, principalmente por trazer uma drag queen como protagonista. “É um negócio muito à frente do seu tempo”, sintetiza Silveira. Entre as inspirações, estão o musical "Hedwig and the Angry Inch” (1998) e shows das décadas de 1970 e 1980 que aconteciam em centros culturais e imóveis abandonados que abrigavam coletivos contraculturais.


Ter a Pabllo Vittar como participação era um desejo antigo do trio, que chegou a se materializar durante as lives QuarentEmo quando Lucas fez um cover de “Disk Me”. “Assim que comecei a escrever, mentalizei que esta seria a música com a Pabllo”, lembra. Fã assumida de Fresno, a cantora não hesitou em aceitar o convite. “Já faz um tempo que a gente vinha conversando e trocando ideias para criarmos algo juntos. Eu adoro passear por diversos ritmos e ainda não tinha produzido algo com essa pegada mais rock. A parceria e a canção casaram no momento certo. Foi muito divertido gravar com os meninos. Adorei ser a frontwoman deles", afirma Pabllo Vittar.



Após a construção inicial do universo de F.P.V, com a locação, figurino e estética, a Fresno adicionou o público como novo elemento da equação. Lucas, Vavo e Guerra sempre foram muito próximos de seus ouvintes e, para este novo trabalho, quiseram deixar essa aproximação ainda mais latente: todos os figurantes presentes na gravação são fãs da banda. Para que a atmosfera visual remetesse a shows antigos, eles optaram por um clipe totalmente em preto e branco. “As fotos dessa época são muito icônicas, referências clássicas pra muito do que se vê hoje na cultura mainstream. Normalmente em preto e branco, com aquele caráter jornalístico, traz um tom documental, meio eterno”, explica Lucas. 

O refrão “Eu Te Amo / Eu Te Odeio (IO-IO)” interpola o single “Io-Io”, do Trem da Alegria com a Xuxa, composição da dupla Sullivan / Massadas, de 1988. Esta é a quarta faixa do álbum EU NUNCA FUI EMBORA. O trabalho mostra como Lucas, Vavo e Guerra conseguem se reinventar e entregar composições sempre atuais. “Eu abri bastante meu horizonte de composição nesses últimos lançamentos da Fresno, experimentando com mais parcerias, e até interpolações como esta”, finaliza Silveira.

Comments


bottom of page