• Guilherme Moro

Florence + The Machine lança seu novo álbum: “Dance Fever”

Florence + The Machine lança hoje seu tão aguardado novo álbum, “Dance Fever. O disco apresenta as faixas anteriormente lançadas, “My Love”, “Free”, “King” e “Heaven is Here”, todas elas chegaram junto com vídeos de tirar o fôlego, feitos pela aclamada diretora Autumn De Wilde.


“Dance Fever” foi gravado em Londres durante o período da pandemia, em antecipação à reabertura do mundo. Foram os clubes, dançar em festivais, estar no meio do turbilhão do movimento e da convivência e, por fim, a música e a camaradagem que Florence mais sentiu falta durante o lockdown. Foram as esperanças e sonhos de reencontros com entes queridos e de danças com estranhos que ajudaram a manter viva a dinâmica de “Dance Fever”. Esse êxtase, a proximidade e a euforia perante as possibilidades de movimento serviram como lembrança da perda da performance e da dança nos clubes. Afinal, a música é a forma de arte única que tem o poder de ajudar a se perder e a se sentir livre de ansiedades, mesmo que por um momento.

A imagem e o conceito de choreomania - um fenômeno renascentista no qual grupos de pessoas dançavam descontroladamente ao ponto da exaustão, colapso e morte - tornaram-se um ponto de inspiração. Forçada a sair da estrada pela primeira vez em mais de uma década, a dança ofereceu a Florence uma propulsão para ter energia e uma forma de ver a música de forma mais coreográfica.



Começando, como sempre, armada com um caderno de poemas e ideias, Florence tinha acabado de chegar a Nova Iorque em março de 2020 para começar a gravar quando o Covid-19 a forçou para um retiro em Londres. Trancada em casa, as músicas começaram a se transformar.

“Dance Fever” é um álbum que vê Florence no auge de seus poderes, entrando em um autoconhecimento plenamente realizado, divertindo-se com sua própria persona autocriada, brincando com ideias de identidade, masculina e feminina, redentora, comemorativa, entrando totalmente no lugar que lhe pertence no icônico panteão.

Produzido por Florence Welch, Jack Antonoff e Dave Bayley, “Dance Fever” traz de volta o melhor de Florence e foi feito para o palco. Depois das três noites de espetáculos intimistas no Reino Unido, esgotados em 1 minuto de venda, Florence + the Machine anunciou sua Dance Fever Tour para novembro, que inclui múltiplos espetáculos em arena, incluindo duas noites no The O2, em Londres.